Se o médico recomendar...

"Fique em casa quietinha"



Siga as regras, sem firulas.

Sobre o vídeo, como disse Nelson Rodrigues:

Só os lorpas e pascácios têm medo do ridículo

Beijus,

6 comentários :

  1. O medo do ridículo muitas vezes nos impede de sermos autênticos e verdadeiros.
    Viver plenamente é enfrentar nossos medos...

    Valeu pela dança!

    AXÉ
    Gabi Dread

    ResponderEliminar
  2. Luma!
    Cheguei.Hehehehehe.
    Fire fox no pedaço.
    Obrigada.

    Hoje entendo a revolta dessa geração em colocar uma roupa.(rs)

    bjus grandes.
    A PAZ.

    ResponderEliminar
  3. Ridículo? Qual ridículo...
    Queria estar filmando.
    Devenos ter cuidado com os médicos.

    ResponderEliminar
  4. Adorei,
    Passei para fazer essa deliciosa leitura,e desejar lhe
    um ótimo final de semana,
    Com Boas Energias !
    bjs
    Mari

    ResponderEliminar
  5. Oi Luma,

    Passei para uma visita rápida ao seu blog. Depois volto com mais tempo para explorar mais esse espaço maravilhoso.

    Bjos e obrigado pelas visitas ao Voz.

    ResponderEliminar
  6. Luma,
    Olha na verdade, vim te fazer um convite: lancei um deafio no Ideias de Milene... sobre Deus. É simples, basta responder a pergunta proposta no texto. Simples assim! Vc topa?
    Conto com vc lá!

    bjão

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor