SE eu morresse amanhã...[2]



Temos, todos que vivemos,
Uma vida que é vivida

E outra que é pensada

E a única vida que temos

É essa que é dividida

Entre a verdadeira e a errada.

(Fernando Pessoa)

Meu Deus, quantos erros podemos cometer na vida?
Aqueles quartos lá embaixo, completariam a minha felicidade?

Se você ganha uma land rover de lembrancinha, um presente de caráter estritamente pessoal, o que é farsa e/ou resignação?



Portanto, já que no postezito anterior, todísssimos concordaram comigo que, amizade boa é que vale a pena - comunico que só reatarei os vínculos de amizade quando receber mimos do porte acima, caso contrário, foi um prazer tê-los conhecido, mas não estou em busca de relacionamentos de superfície, sem sustância, entende?

Caso, ainda queiram reatar a amizade, minha cor predileta é a azul.



Enquanto escrevo este post uma amiga, aqui do lado diz: "Ah, você não mostra muito a sua faceta romântica, faz aí um post explorando isto"

Como assim...explorando? Não faço, porque não sou poeta e também não sou atriz. Não basta querer, tem coisas que vem de dentro. Mas lógico que sou docinho! Sei fazer docinho e depois dou a receitinha pro'cês...

Em inglês traduzimos carpe diem como "seize the day": colha o dia como se fosse um fruto maduro. Conheci um rapaz que propagava viver cada dia como se fosse o último. Palavras, não fosse o beijo dele. Como um beijo tão desesperado poderia conter em seu íntimo a filosofia de apreciar cada momento como se nada mais existisse na Terra?

Para mim, carpe diem é sinônimo de beijos longos e demorados, de pessoas que andam sem muita pressa, que falam devagar e que, em sua calma fazem as coisas com maior perfeição. Ao contrário do que se prega, de um viver inconseqüente que não se preocupa com o amanhã, a noção de "viva cada dia como se fosse o último" anda de braços dados com o conceito: "estude como se fosse viver pra sempre". Pois sem essa concepção de eternidade, o homem nada realizaria, pensando: "vou morrer mesmo!"

Every day in a life fills the whole life with expectation and memory.
Todo dia em uma vida preenche toda a vida com expectativa e memória.

Toda a minha vida está contida no exato momento em que estou vivendo. Todo o meu passado, tudo o que já vivi, todas as conversas que tive, todas as pessoas que conheci, todos os lugares que visitei, tudo está presente na minha vida, na minha memória, na constituição da pessoa que sou hoje. E o meu futuro? Da mesma forma, tudo que farei não existe, senão em forma de expectativas, também contidas no momento presente.

Observem o personagem de Jude Law, no filme: O Talentoso Mr. Ripley; ele é cativante e conquista todos ao seu redor. Sua namorada descreve seu comportamento:

"- quando ele está com uma pessoa, age como se só existisse aquela pessoa no mundo, somente aquele momento".

Ele é esperto, afinal, não há motivos para que ele se concentre em qualquer outra coisa, sua vida é aquele momento. As pessoas precisam se sentir especiais. Vai me dizer que você não?


imagens Photo Manipulation

*Meus selinhos já, já completam aniversário! Não reparem a demora em agradecer, ok?
Agradeço à todos e logo mais estarei agradecendo aos outros selinhos. Eu demoro, mas não falho!!

Boa semana!
Beijus,

7 comentários :

  1. Que post maravilhoso, Luma!
    Vai de encontro ao que venho pensando sobre as minhas relações de amizade.
    Perfeito timing!
    Beijos com carinho,

    ResponderEliminar
  2. Eu adorei este teu post....eu...acho q meu namoro acabou, e seu post me fez ter forças pra encarar tudo isso de uma maneira mais lógica. Me mostrou que posso aproveitar o agora e não me lamentar no passado, obrigado Luma ;)
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Oi Luma! Vim agradecer seu comentário em meu blog... Obrigado!
    Adorei as imagens do gato, e seu texto está maravilhoso.
    Lembra de seu comentário em meu blog? Então, concordo com suas palavras; e realmente, o silêncio é a melhor resposta para certas atitudes. Mas fiz aquela postagem por impulso... foi o agora daquele momento; pra mim naquele momento o silêncio não era a melhor respota... eu precisava expor o que eu estava sentindo e o que achava de tudo aquilo, sem se preocupar se estaria mostrando fragilidade.
    Se eu tivesse morrido hoje... não levaria comigo a vontade de desabafar.
    Adorei seu blog, e ja virei seguidora... agora vc vai ter que aguentar minhas visitas rsrs
    Bjks e tenha uma ótima semana

    ResponderEliminar
  4. Luma, vc é genial!
    Gosto dos seus posts e dá forma que vc descreve... Sutilmente!! =)
    Gosto muito do "Fernando Pessoa" tbm. =;b

    Bjo.

    P.S. Observei que geralmente vc não responde ao comentários. (Ops!)

    (((( SuCesSo LuMa ))))

    ResponderEliminar
  5. Fernando Pessoa surpreende-me sempre. Onde andaria aquele homem a viver a vida dele?

    ResponderEliminar
  6. Querida!!! Finalmente meu navegador não é mais o IE e posso me deliciar com seus textos novamente. Q saudades!!! :)= Estou usando o Safari, sugestão de amigos no Twitter e estou adorando!!! Concordo com sua definição de carpe diem. Um beijão!! Smack!!!!! ;)

    ResponderEliminar
  7. Hoje, que sou Avó, admito que entendo e gosto muito de Fernando Pessoa.

    Devo isso aos irmãos Brasileiros através das telenovelas.

    Coisas de colegial obrigada a ler o programa imposto, né?

    Beijossss

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor