Sobre o nosso amor

"...Tenho candura dentro de mim. Escondo-a por que ela foi ferida. Peço a Deus que sua candura nunca seja ferida e que ela se mantenha sempre".
(Trecho de um bilhete de Clarice Lispector para Chico Buarque)

amor
imagem

Ficamos tocados com as manifestações de amor. A vida passa e não paramos para observar os pequenos gestos e algumas atitudes passam desapercebidas. Depois do tempo passado, olhamos pra trás e daí já é tarde para refazer aquele momento. Você pode ter dúvidas e se questionar com a falta de certeza e se perguntar: Porque não fiz?

Na dúvida, faça! Melhor pecar pelo excesso do que pela falta! São raras as pessoas que sabem falar de amor. Não estou falando de amor qualquer - Falo dos que fazem da alma papel e do espírito a caneta, dos que confessam em público seu amor, pessoas raras de sentimentos simples.

Ontem eu escutei: "Pára com isso, você está me fazendo pagar maior mico" e me coloquei no lugar do rapaz, tadinho. Imagino o tempo que juntou para ganhar coragem e se expressar. Amamos errado ou a pessoa errada?

Confessar em público o seu Amor pela companheira(o) não é nada fácil, são raras as pessoas que conseguem e raros são esses sentimentos. Essa raridade que os valoriza ainda mais. Quem fala de amor pelos cotovelos, a cada hora se declara para alguém diferente...bem, essa pessoa gosta, mas não ama. Amor é sentimento raro.

Alguns usam da imaginação demasiadamente e imaginam amar. Amam o amor, o que também é uma forma de amor. Não é o caso aqui, aqui falo de amor pessoa/pessoa.

Imaginar é fácil, difícil é sentir o amor 'de verdade' - Pior para aqueles que passados anos de convivência, esquecem do porque estão juntos, do sentimento que os uniu. Pois é, sempre ouvi dizer que o Amor esmorece com o passar dos anos, eu sempre contrariei esta tese e fico feliz quando vejo alguém dar-me razão. Não só por palavras mas confirmando com atos.

Escrever sobre nós, sobre a nossa história, sobre a nossa vida com sinceridade é ato de coragem. Mas se você não tem coragem de dizer publicamente, ou mesmo olho no olho, escreva uma carta de amor.

Não se escrevem mais cartas de amor.

Qual a certeza de que a carta, portando tal substância e de teor tão vulnerável chegou? Eu li uma notícia no jornal que alimentou esse meu lado romântico, vai saber:

Casal se reencontra por causa de carta de amor perdida por dez anos via BBC Brasil

Um casal que se reencontrou por causa de uma carta de amor que ficou dez anos perdida finalmente se casou na última sexta-feira, no Reino Unido.

Steve Smith, de 42 anos, e a espanhola Carmen Ruiz-Perez, também de 42, se conheceram e se apaixonaram há 17 anos, quando ela passava uma temporada estudando inglês no condado de Devon.

Eles chegaram a ficar noivos após um ano de namoro, mas acabaram rompendo o romance quando ela se mudou para Paris por causa de um emprego.

Anos depois, Smith conseguiu o endereço da mãe de Carmen, na Espanha, e enviou para lá uma longa carta pedindo para reatarem.

Mas a carta, que havia sido colocada fechada sobre uma bancada, acabou escorregando e ficando perdida atrás de uma lareira, de onde só foi recuperada recentemente, durante uma reforma.

"Filme"

Ao finalmente receber a carta, Carmen telefonou para Smith e, dois dias depois, os dois se reencontraram em Paris.

"Parecia uma cena de filme. Corremos um em direção ao outro e nos abraçamos no meio do aeroporto. Trinta segundos depois já estávamos nos beijando", contou Smith ao jornal britânico "The Times".

Já Carmen admite que quase desistiu de telefonar para o ex-namorado, tamanho o seu nervosismo ao receber a carta.

"Eu pegava o telefone e desligava, várias vezes. Mas eu sabia que tinha que ligar em algum momento", disse.

Os dois haviam permanecido solteiros todos estes anos. "Finalmente estou me casando com o homem que eu sempre amei", afirmou ela.

Steve Smith e Carmen Ruiz-Perez finalmente se casaram, após quase 16 anos separados, na última sexta-feira, na Grã-Bretanha.

Não é enredo de filme, é vida real e 'apenas' uma linda história de amor.

Beijus,

15 comentários :

  1. Os filmes têm de ir buscar inspiração a algum lado, não é?

    ResponderEliminar
  2. Sim, sim, eu li essa notícia, linda e triste ao mesmo tempo, não? Ai ai... :-)

    ResponderEliminar
  3. "Por ser exato, o amor não cabe em si. Por ser encantado, o amor revela-se. Por ser amor, invade e fim!"
    Lindo post, Luma.
    Eu que o diga: Sou uma eterna romântica! =)
    Bjos.

    ResponderEliminar
  4. Ai que lindo...
    Já começou lindo com o bilhete de Clarice...
    E seu texto ficou tão bonito. Sabe que são poucas as pessoas que conseguem falar de amor sem serem piegas, como você conseguiu?
    Não sei se é porque na maioria delas eu não vejo o sentimento, mas só a vontade de mostrar algo que se quer presente.
    E sabe que concordo com você, e acho que o amor não se gasta, como se fosse uma roupa velha...
    Eu tenho dificuldade em admitir o amor. Não só ao outro, como a mim mesma. Demoro muito pra olhar no espelho e dizer “Olha, meu bem. Isso é amor”. Até chegar esse momento, fico achando desculpas...
    Mas ainda bem que tem gente que aceita o amor de braços abertos. E que consegue me emocionar com uma história da vida real. =)

    Beijão pra você!

    ResponderEliminar
  5. Lindo texto,linda história.

    ResponderEliminar
  6. Luma,
    O amor realmente vale a pena
    Além de ler teu texto passei por aqui pra deixar um mega abraço,pois abraço meus amigos todos os dias.
    Boas energias
    Mari

    ResponderEliminar
  7. Vou escrever correndo, um beijo LUMA... a página já deu tchan e travou...tchaw !

    ResponderEliminar
  8. Luminha,
    Por isso vivo suspirando.Sou romantica!Às x água com açucar mesmo,mas na maioria pé no chão, só que de meias cor de rosa,rs...Acredito que eu tenho que dizer eu te amo,faz parte de mim.Me sinto bem com isso.
    Beijoooooooooo e uma ótima quarta-feira pra vc.

    ResponderEliminar
  9. Talvez se recorde que colaborou comigo no «Cova do Urso», deixando a(s) sua(s) pergunta(s) para a entrevista colectiva que me fizeram.

    Essa entrevista será publicada hoje, dia 22, às 13:35 (Brasil) / 17:35 (Portugal), no post «Entrevista-me - Perguntas e Respostas», para comemorarmos a entrada do Sol no signo Leão.

    Terei muito prazer em recebê-lo/a.

    Aproveito para informar que o blog «Cova do Urso» vai estar encerrado ao público, por motivos de obras internas, a partir de sexta-feira próxima, devendo reabre no domingo.

    Agradecido pela atenção.

    Abraço

    António Rosa

    ResponderEliminar
  10. Linda historia....
    Amorrrrr é tudo de bom!!!!
    Emocionante....

    Gi!

    ResponderEliminar
  11. Genteeeee, que história mais linda!
    :~~~~~~~~~~
    Que bom que isso acontece na vida real!
    Bjs Luma.

    ResponderEliminar
  12. Oi Moça! Espero que tudo esteja bem contigo... então, alguém já disse que o mais dificil é amar alguém e ter a coragem de ser amado!

    Eu sempre gostei de escrever... tudo bem que falta destinatário para as de amor... ;-) Mas quem sabe um dia desses.. kkk

    Abração!

    ResponderEliminar
  13. Falar de amor em publico deve ser mesmo dificil. Mas as vezes a gente demonstra amor em publico, o que tambem é dificil mas acho que é mais facil um pouquinho. Pelo menos é o que eu consigo.
    Incrivel essa historia dos espanhois em Devon. Nao so pela carta, com o por esperar 10 anos, nao terem se ligado a outras pessoas. Era aquilo que tinha que ser!
    Luma, so hoje descobri que o endereço do Google era o mesmo que a gente colocar para postar. Por isso eu nao consegui colocar um comentario, e no tempo que eu conseguia jamais saiu em azul ou com aquela letrinha laranja. por que eu ia pelo caminho mais dificil.
    Beijos e obrigada por me ensinar tantas coisas de internet,
    Cam

    ResponderEliminar
  14. Que lindo! Tomara que eles sejam muito felizes!

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor