Na cama com a rainha

"Eu só queria bater um papo" (Michael Fagan)



Recentemente o motorista Brian Sirjusingh foi afastado de suas funções reais porque permitiu a entrada de repórteres disfarçados de homens de negócios do Oriente Médio, no Palácio de Buckingham. Este fato me fez lembrar de um outro:

Poucas semanas após vencer a Guerra das Malvinas em 1982, a Rainha Elizabeth da Inglaterra enfrentou um tipo mais doméstico de invasão territorial. Ao acordar no dia 07 de Julho, ela encontrou um desconhecido, Michael Fagan, à época com trinta anos, sentado ao seu lado na cama da suíte real, no Palácio de Buckingham.

Conversaram calmamente e ele confessou ser aquela, a segunda vez que entrara no Palácio. O incidente foi contornado quando a rainha saiu para buscar um cigarro pedido pelo penetra e chamou a segurança.

Aconteceu com a rainha que é cercada de seguranças. Pode, portanto, um intruso entrar em seu quarto tão facilmente como Michael Fagan entrou na residência real.

Não querendo gerar pânico e não sabendo se um intruso tem más intenções, como anda a segurança dos seus sonhos, é tão protegido como deve ser? O que você faria se acordasse com um estranho sentado ao seu lado na cama?

Beijus,

9 comentários :

  1. Luma, pelamordeDeus! Isso é um tipo de pensamento muito recorrente em mim e nem gosto de lembrar, senão nem durmo!
    Ok, ok, estou no 11o. andar de um prédio com portaria 24 horas, câmeras ao redor dele e acabei de fechar todas as portas e janelas.
    Mas, não sai de minha cabeça agora que meu nomé é Elizabeth, igual à Rainha!
    Boa Noite!
    bjs cariocas

    ResponderEliminar
  2. Menina, era capaz de eu morrer... sou hiper medrosa, odeio ficar sozinha em casa, nao posso escutar nenhum barulhinho sabe?

    Eu morriaaa 98765432 vezes!haahahaahah

    ResponderEliminar
  3. Esse é um medo muito comum. Acho que minha reação seria de um baita susto. Afinal de contas, qualquer um ficaria indefeso numa sutiação assim.

    ResponderEliminar
  4. Amiga Luma,

    Que boa pergunta.
    Sendo eu uma pessoa com a consciência bem tranquila, quando pego no sono é para dormir e sonhar. Não há quem me acorde com facilidade, nem mesmo um qualquer penetra que se atreva calmo e silencioso.
    Quando acordasse, naturalmente, acho que perguntaria: Como entrou? E ficaria interessada e presa ao discurso do intruso...
    Claro que eu não sou a Rainha de Inglaterra e a história não seria por certo muito rebuscada.

    ResponderEliminar
  5. Esse episódio com a rainha demonstra que não devemos ficar presos aos nossos medos, porque mesmo que nos cerquemos de todas as parafernálias modernas, podemos um dia acordar com um estranho no nosso ninho.

    ResponderEliminar
  6. Ai, Luma!
    Eu gritaria tanto, mas tanto que até daí do Rio de Janeiro poderias ouvir...
    Não podes imaginar o quanto sou "fiasquenta".
    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Luma, no caso da rainha é realmente muito estranho e difícil de imaginar como o rapaz entrou no quarto dela tão facilmente. Aqui, eu moro em casa, e tem grades nas janelas. Então, não vou receber visitas inesperadas no quarto :))
    Beijos da Ursa

    ResponderEliminar
  8. Bom, dependeria muito da estranheza da criatura. Uma noite, já lá vão muitos anos, encontrei alguém no meu quarto, deitada na minha cama estava uma pessoa de forma absolutamente inesperada. Ia morrendo de emoção e surpresa. Mas, como era alguém que eu morria de amores por encontrar, resisti ao choque. Mas dormi muito pouco.
    :-)
    Ah, tinha sido um companheiro que morava noutro quarto do mesmo apartamento quem abrira a porta à visitante inesperada. A quebra de segurança é quase sempre assim.

    ResponderEliminar
  9. Nas duas situações, os penetras entraram utilizando a inteligência e não a força.

    Por isso, é preciso ter muita atenção quando alguém diz ser uma coisa. Será que é o que realmene diz?

    Abraços.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor