Só sei que nada sei

luzdeluma

Hoje quando acordei estava mal, parecia que estava de ressaca e antes de abrir os olhos, lembrei de minha mãe dizendo nestas ocasiões "Pare de ser boba"! Daí abri os olhos, o dia tava feio. Fechei os olhos e desejei voltar no tempo ou melhor, viver em um outro tempo, um tempo em que as pessoas eram "Felizes por estarem infelizes" - desgraça pouca era bobagem e tudo tinha uma outra dimensão, os crimes eram pequenos, como roubar galinha do vizinho; maconheiro era o pior sujeito posto no mundo e catástrofes, tragédias? Ah sim, teve o Titanic que afundou, as grandes guerras... é, acho melhor eu voltar para a realidade.

O excesso de informações nos atrapalha, de repente você pensa em tudo e nada ao mesmo tempo, vai assimilando como uma esponja e de pesada, estaciona. Foi isso que aconteceu hoje! Acordei saturada do mundo, pensando um monte de bobeira e entendi, compreendi quando o meu pai, pegava as varas de pescaria e sumia. O Silêncio faz falta!

Fiquei no silêncio e fiz minhas orações. Rezei para pessoas que eu não conheci e chorei pensando na tragédia do dia, nos sonhos não realizados e nas pessoas que sentirão saudades.

"Talvez eu não seja muito humano. O que eu queria era pintar a luz do sol na parede de uma casa" (Edward Hopper)

*A frase título do post é de autoria de Sócrates - veja video explicativo do porque da frase. A filosofia é relativa e Sócrates não tinha a certeza, eu também não!

Beijus,

10 comentários :

  1. É minha amiga, estamos no mundo do big brother, da falta de privacidade. Os raios que caiam nas cabeças das pessoas, nos campinhos de futebol, pareciam histórias sobrenaturais e hoje são fatos corriqueiros, pelo simples fato da informação fluir na velocidade da luz.
    Estamos num caminho sem volta e temos que nos acostumear.
    A alguns anos não haveria jeito do Marcos Santos estar se comunicando com a Luma Rosa, mas hoje estou aqui, graças a esse novo mundo maluco.

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Tem um selinho pra vc!!!

    http://mamyrenata.blogspot.com/2009/06/primeiro-selo.html

    ResponderEliminar
  3. Luminha, o acidente nos comoveu. Também pensei assim e me solidarizo com todos os que perderam seus entes queridos.
    Um bêjo minêro procê!

    ResponderEliminar
  4. Luma, o que causou maior impacto e sensação de impotência diante dos acontecimentos foi o desaparecimento repentino, relâmpago, inexplicável do avião, com todas essas pessoas. Suas vidas foram interrompidas num piscar de olhos. Muito doloroso tudo isso! Beijos e carinho da Ursa

    ResponderEliminar
  5. Oi Luma!! Obrigada pelo recadinho no Bicha Fêmea! Hahaaha..gostei do "em ritmo de festa", adoro cores e acho que acabo passando essa paixão para minhas peças. Seja sempre bem-vinda aos meus dois blogs! Beijoksss

    ResponderEliminar
  6. P.S.: e o selo que te dei? Não o apuseste? Beijo!

    ResponderEliminar
  7. Oi, Luma!
    E eu que achava que era a única que me deixava abalar por essas coisas. Eu também fiquei triste, de verdade! Fiquei até sem vontade de comer, deu dor no estômago, e uma tristeza só... meu esposo é que puxou minha orelha, para eu parar com isso, parar de absover a tristeza alheia...

    Como se fosse possível, como quem vai ali e desliga um botão. Não é tão simples assim, mas sei que seria o mais saudável para mim. Se você aprender a fazer isso antes de mim, me conta como faz?

    Eitaaaa! Vi pelo seu comentário que você foi no blog de Aline e deu mesmo uma olhada em tudo, hein? Que legal, Luma!
    Ihhh... também sou uma negação com as mãos, mulher. Isso só potencializa a admiração e respeito por pessoas tão talentosas como Aline. 

    PS.: Por que no seu blog há dois links para comentários? :o
    Esta é uma dúvida que não quer calar e queria entender...
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Luma, muito momentos em nossas vidas, acontece mesmo este sentimento, que nem sabemos expressar.E quando a gente se encolhe e quer enconstar uns nos outros, sentir o calor humanos de nossos entes queridos e até mesmo ficar calada, sem dizer nada, apenas ficar ali, até que um novo movimento nos permita sentir estabilidade emocional para tocar a vida adiante,porque viver é preciso, nao é amiga?
    O que creio é que ha momentos ruins,que nos leva a selecionar que tipo de vida devemos ter...
    É o que faço ; defino o que é menos sofrido, e escolher, já vi que nao podemos sempre, se puder minimizar ....

    ResponderEliminar
  9. Luma querida, força e muita luz pra vc. As vezes estes momentos fazem alguma diferença, faz parte da vida, é aprendizado e detalhe:: amanhã é outro dia! Bjo grande.

    ResponderEliminar
  10. A vida só vale se for vivida. A tristeza e o abatimento não resolvem nada, da mesma forma que tragédias sempre aconteceram e sempre acontecerão. O que vale mesmo é comungar a vida.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor