Do começo ao fim

Do Começo ao Fim” é um filme escrito e dirigido por Aluizio Abranches com estréia prevista para começo de Agosto e que gira em torno do assunto: incesto entre dois irmãos.

Depois que o video vazou, o material de divulgação e imagens foram liberados pela produtora Pequena Central de Marco Nanini e Fernando Libonati

São dois rapazes que vivem uma história de amor não só fraternal, mas amorosa. Eles viram um casal (...) É um filme libertário. Acho importante começar a falar desse assunto, estamos na segunda década do século 20. E o filme é muito bonito, as pessoas são bonitas, generosas, boas, abertas e libertárias. E ao mesmo tempo, sem levantar nenhuma bandeira. Estou só contando uma história, obviamente tocando em assuntos que são tabus" palavras do cineasta, neste video.

Fotografia primorosa de Ueli Steiger (Godzilla, O dia depois de amanhã, O patriota) que diz trabalhou somente por amizade ao cineasta, tem no elenco Julia Lemmertz (mãe), Fábio Assunção, atual marido e pai de um dos meninos, Jean-Pierre Noher (pai de outro menino), João Gabriel Vasconcelos e Rafael Cardoso (irmãos adultos)/Lucas Cotrin e Gabriel Kaufman (irmãos na infância)

Pelo vídeo não se vê tragédia ou lares escuros, como normalmente tratam o incesto e o homossexualismo, ao invés disso, percebe-se no trato desses dois assuntos; delicadeza, amorosidade, compreensão e uma tentativa clara de quebrar tabus. E apesar do diretor insistir que não queria gerar polêmicas, apenas discutir uma relação amorosa, os patrocinadores preferiram pedir anonimato por precaução.

Dois links legais para vocês lerem sobre o assunto (se interessar)
Os bloggers amigos DO e Luci já postaram sobre o assunto, mesmo assim gostaria de saber dos que frequentam o "Luz", o que acham do Incesto?

Beijus,

13 comentários :

  1. Estou fazendo uma campanha de doações para meu projeto da minibiblioteca comunitária e outras atividades para crianças e adolescentes aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todas as pessoas de bom coração,pode doar de 5,00 a 20,00.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

    ResponderEliminar
  2. Certamente este filme vai dar o que falar.
    Bom fds!
    BeijOS

    ResponderEliminar
  3. Oi Luma!
    Eu sou absolutamente contra o incesto.
    Não acho que seja saudável uma relação desse tipo.
    Nada contra o amor entre pessoas do mesmo sexo, mas entre irmãos, pais e filhos... sinceramente me parece desrespeitoso.
    A base de uma relação está justamente na confiança e no respeito mútuos.
    Como saber se essa relação foi construída em cima dessas duas premissas?
    Como saber se não houve temor reverencial por parte da filha em relação ao pai? Ou do irmão mais novo em relação ao mais velho?
    É assunto para ser discute por muitos e muitos dias.
    Fica em paz.

    ResponderEliminar
  4. Hun... vou aguardar o filme...
    Incesto, bom muito complicado... vou terminar de estudar Freud para minha prova di Psico Dinamica, assim posso comentar melhor...rsss

    Gi...

    ResponderEliminar
  5. Creio não estar preparadda para assistir tal filme. Meio chocante para mim. Não, absolutamente não tenho preconceito por nada, mas nesse caso penso ser sulreal por demais para minha humilde cabecinha.
    Mas penso que o assunto é muito delicado e deve ser levado a sério e muito bem refletido. Pois quantos casos não existem que nós não temos conhecimento e nem mesmo os casais envolvidos.
    Muitas vezes são filhos de pais desconhecidos, que no futuro os filhos se encontram e não sabem que são irmãos. Esse assunto vai render.

    Beijos minha lindo de um fim de semana bem gostoso e muita luz e paz pra ti.
    Por aqui tá muito frio e eu adoro!

    ResponderEliminar
  6. Nossa! Incesto? Essa não é uma relação que eu consiga encarar com naturalidade. Lógico, as circunstâncias da vida e experiências pelas quais a gente passa é que nos faz enxergar isso ou aquilo com tranquilidade, sem confusões mentais. Para esse assunto, confesso que preciso pensar muito a respeito, ler mais, quebrar paradigmas em minha cabeça e, quem sabe um dia, achar um assunto leve e fácil de ser tratado...

    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Luma vc pergunta " O que vc's acham do incesto"
    Eu respondo ... aqui em casa seria uma "roubada" , ninguem me atrai ..kkkk , Mas não acho nada de mais
    sobre o filme , tenho cá minhas duvidas será uma copia Brasuca de Starcrossed ( 2005 ) com grande sucesso de downloads na internet ??? Pois só a tralhas vem oficialmente para cá .... Já o "vazamento" de fotos e clips li comentarios , que foi uma jogada para na epoca do lançamento a ideia já estar bem digerida ...
    bjs

    ResponderEliminar
  8. Só o assunto incesto já seria polêmico e incluindo o homoesexualismo certamente vai causar muita discussão.

    ResponderEliminar
  9. oi luma, tudo bem? o filme deve ser lindíssimo, o bom cinema nacional. quanto às araucárias, um dos símbolos do paraná é a gralha azul, apesar do desmatamento da nossa mata atlântica... ahhh e o pinhão, que saudade de comer pinhão e beber quentão! agora que moro aqui em goiânia deixei este hábito tão curitibano, e morro de saudade. bjão querida!

    ResponderEliminar
  10. Luma, esse filme trata de um tema delicado e bastante polêmico. Eu acho complicado aceitar, compreender o incesto. Certamente, o filme vai abrir um espaço para essa discussão. Por que, nesse caso, o que está mais em destaque é o incesto, não é o homossexualismo. O homossexualismo, apesar dos preconceitos ainda existentes, já conseguiu romper muitas barreiras em termos sociais. Beijos floridos da Ursa

    ResponderEliminar
  11. Oi Luma,
    Esse filme vai dar o que falar mesmo... Mas eu conheço um caso de incesto. São dois irmãos (um casal) que na ausência da mãe, "brincavam de novela" e um belo dia a menina apareceu grávida!
    Dessa união incestuosa, nasceu uma linda menina! Esse caso nunca veio a tona em minha cidade porque foi abafado pelos pais. Mas se ocorreu foi por negligência dos próprios pais. Não sou contra nem a favor. Mas entre irmãos, deve existir sempre RESPEITO!

    bjão e bom domingo!!!

    ResponderEliminar
  12. É um tabu sexual e tanto, bom saber que tem gente querendo rediscutir esse tipo de questão. Apesar de ser contra nunca parei para pensar os motivos implícitos pelos quais sou contra. É um contrato social tão fincado que por vezes faz com que nem pensemos. Gostei muito da movimentação da blogagem Em defesa da Infância, espero que surjam mais campanhas como essa. E que da próxima vez eu consiga participar.

    Aquele vídeo que você recomendou é realmente muito bom assim como todos do TED. Procurei no Youtube e nada... mas creio que disponibilizando o link muita gente mesmo assim assistiria.

    Bjos e té mais!

    ResponderEliminar
  13. Só consegui pensar em uma palavra: bizarro. :-)))
    Não dá... encarar incesto com naturalidade não dá.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor