Desejo o teu sapato

JhnDepp

Andaram dizendo por aí que eu estava pisando pesado e hoje mais leve porque é "Sexta-feira" e me preparando para o descanso merecido, uma massagem nos pés seria um bom começo.

E assim, o pé é tantas vezes símbolo de alguma coisa; alguns associam ao órgão sexual masculino e todo tipo de calçado simboliza os órgãos genitais da mulher.

A associação torna-se óbvia quando se percebe a relação entre pé e calçado: um é intromitente, outro é recipiente.

Sandálias eram um símbolo de fertilidade nos tempos clássicos e, mais recentemente, entre os povos orientais. Além disso, o calçado é tipicamente feito de couro, que sempre evoca animalidade na textura e no cheiro.

A idéia de animal, por sua vez, sugere instinto, impulsos naturais anteriores a toda regra civilizada e assim, sexualidade primitiva. O cheiro de suor que impregna nos calçados tem apelo erótico inconsciente, que em algumas circunstâncias pode superar a repugnância de ordem estética. O fetichismo dos calçados constitui uma parafilia especializada dentro do fetichismo do couro.

Formas atenuadas de fetichismo do calçado aparecem no prazer em que alguns homens experimentam em copular com mulheres calçadas com sapatos ou botas. O fetichismo do calçado pode combinar-se com outras tendências, como ocorre em certas práticas sadomasoquista.

Em casos extremos de fetichismo, um calçado pode ser objeto exclusivo da sexualidade do indivíduo. Ele encontra prazer erótico em fantasiar, enquanto acaricia calçados de muitos tipos, masturba-se neles ou meramente diante deles. Homens fetichistas chegam a colecionar calçados de mulher, tais coleções são chamadas às vezes, na sexologia, de "harém fetichista". como num harém, o fetichista tem sua "favorita" em certo calçado, mas orgulha-se de todos e, de vez em quando, varia com este ou aquele numa sessão de fantasias masturbatórias.

O componente masoquista no fetichismo do calçado se evidencia quando se pensa na associação entre pés e submissão. Pôr-se aos pés de alguém é forma simbólica de sujeitar-se: há um elemento de masoquismo no homem que se ajoelha aos pés de um ídolo; e há um elemento sádico na figura do caçador que apóia o pé sobre a presa abatida.

Descalçar-se pode ser forma simbólica de renunciar a pretensões de dominação (que sempre tem conotação sexual a nível inconsciente). A bíblia menciona o ato de tirar sandália com expressão de rendição (Isaías, 20:2) e, logo adiante, o associa a símbolos mais evidentes de submissão: nudez e "nádegas descobertas".

Por extensão, assim como outras expressões de polidez também sugerem submissão ("às suas ordens!"), tirar o calçado pode ser uma exigência de etiqueta, como era entre antigos judeus e é ainda hoje entre japoneses e outros povos. E toda forma de submissão tem relação inconsciente com oferecimento sexual.

Em todas as partes do mundo é possível notar certo incentivo ao uso feminino de calçados apertados. Na china dos mandarins, o costume era observado desde a infância, de modo que em alguns casos a deformação dos pés das mulheres chagava a tornar quase impossível o andar.

A nível consciente, sapatos apertados em mulher podem sugerir ao homem a valorização de uma "saia" justa, pra não dizer outra coisa. De outro lado, percebe-se aí sujeição masoquista da mulher e preferência sádica do homem, numa linha que parece confirmar teorias psicanalísticas sobre o caráter diferenciado dos caracteres psicossexuais do homem e da mulher.

Muitas mulheres conhecem os homens pelos sapatos que usam...

Meninos, entendem agora o porque de comprarmos tantos sapatos?

É tudo para vosso bem...
  • Texto reciclando em virtude da blogagem coletiva "Desejo" promovida pela Glorinha L. de Lion.
  • Alguns dados para elaboração do texto foram colhidos no site E-Geo (Sistema Nacional de informação Geocientífica)
  • Imagem retirada do filme "Don Juan DeMarco"

  • Aproveitem o fim de semana, mas não fiquem cabisbaixos observando os sapatos...

    33 comentários :

    1. Quer dizer que o negócio são os calçados? Essa é nova mesmo e interessante.

      Aliás parabenizo o DO por citar você como referência lá no blog da Meire. Ele acertou em cheio.

      Ótimo feriado Luma

      ResponderEliminar
    2. Olá,
      Vim trazer a minha resposta ao seu pedido e é claro que "POOOODE!"

      Ficarei esperando pelo selinho do troféu jiló, hein?

      Bjs e uma semana super doce!

      ResponderEliminar
    3. Que belo enfoque.
      Na verdade, um dia, todos, já compramos um sapato e imaginamos algo parecido.

      O negócio e usar mais sandálias.

      ResponderEliminar
    4. Luma, eu só uso sapatos pq acho meus pés muito feios. Adoro os de salto alto, só que não estou podendo usar por conta do tombo que levei ano passado, mas depois da cirurgia que terei que fazer, espero poder usá-los de novo.
      Estou só no sapatinho, hehehe.

      Bjim e bom feriado.

      ResponderEliminar
    5. Eu, hein?! É cada coisa que me aparece. :-))))
      Bjos!

      ResponderEliminar
    6. Gosto do seu jeito de escrever...!

      Parabéns pelo blog

      Beijinhos e bom final de semana!

      ResponderEliminar
    7. Mais um mistério da mente feminina esclarecido! Mas ainda assim, vocês são complicadas demais!! :o)

      ResponderEliminar
    8. Tenha um bom final de semana com muitos sapatos pra comprar
      com carinho MOnica

      ResponderEliminar
    9. Luma essa blogagem de hoje me deu panopra manga. Estou exausta só de pensar. Adorei sua abordagem e aimagem é linda. Querida acho que deletei seu e-mail sem querer. Envia de novo por favor. Bjs

      ResponderEliminar
    10. Oi guria, tudo bem? Olha, sapatos são fetiche realmente! Eu "sabo-lho",hehehe.... adoro sapatos, por isso,não dou os meus não! Nada de desejar os meus sapatos! kkkk... Eu desejaria tirar a máscara deste Don Juan!
      Beijos

      ResponderEliminar
    11. Será que Freud explica porque, mesmo querendo comprar um par todos os dias, tenho pouquíssimos sapatos? (!)
      Objetos de desejos sei que são, mas nunca pensei nas outras implicações.
      Desejo que cada par de sapatos cumpra fielmente sua proposta: calçar os pés!
      Desejo-me muitos pares.
      Adoro sandálias.
      Beijos!

      ResponderEliminar
    12. Já colecionei sapatos...rss
      Hoje meus desejos nem sei por onde andam...estou procurando por eles!!!
      Adorei o que li e me fez pensar em MUITAS coisas.
      Belíssima participação, como sempre!
      Parabéns!.
      Um beijo gostoso Luma.
      Ah! em outros tempos este mascarado acima correria um sério risco...hehehe
      Astrid Annabelle

      ResponderEliminar
    13. Quanto assunto nos temas pé e calçado.
      Seu estilo é muito bom.
      Abraços
      Luiz Ramos

      ResponderEliminar
    14. Eu não entendi nada... rs! Ou pelo menos estou fingindo que não!

      Se eu pegar alguém olhando pro meu pé, vou ficar com medo.

      Bjs,
      Michelle

      ResponderEliminar
    15. Luma, falar o que de vc amiga? Vc dá um show quando escreve!
      Eu, como não sou nada submissa, odeio andar descalça....hehe Freud deve explicar...quanto à tara de alguns homens pelos pés...ouvi falar que tem uns que gostam de "chulé"...é mole? Ou melhor, é "duro"? hehe...se for por uma boa causa até toparia ficar uns dias sem lavar meus pezitos...que são bem bonitinhos...dão um caldo...Brincadeirinha, meu marido que não me leia...E essa foto do Johnny Deep...ui! E eu amo esse filme! beijos.

      ResponderEliminar
    16. Ou Luma!

      Que maravilha de postagem! Texto real, atual, com enfoque bem diferente! Parabéns!

      Ah!...eu amo o Johnny Deep! E adoro o filme!!

      Desejo que todos os teus sonhos se realizem!!

      Beijos

      Lia

      Blog Reticências...

      ResponderEliminar
    17. Sapatos!
      Sapatos!
      Sapatos!
      (risos).
      Luma que post sugestivo.
      E a imagem é puro desejo. rs
      Xeros

      ResponderEliminar
    18. Querida Luma cada um com suas predileções e desejos, ainda que não seja senso comum. Muitos homens, é verdade gostam de pés, mas sem exagero. Apenas como apreciam outras parates do corpo.
      Um beijinho

      ResponderEliminar
    19. Eu presto muita atenção em sapatos seja masculino ou femenino...adoroooo
      Bjinhus e bom findi!!!
      Rose

      ResponderEliminar
    20. Aprendi bastante por aqui hoje,rsrs
      coisas que sequer suspeitava antes,rsrs
      Acho que sandálias enfeitam mais os pés femininos.
      Bom fim de semana,beijos

      ResponderEliminar
    21. Adorei o post! Só tem algo que desejo mais do que sapatos: Johnny Depp.
      Bjkas e boa noite para vc.

      ResponderEliminar
    22. Olá,
      Fiquei pensando num curso que fiz ao ler seu post... o tal do sapato tem muito a ver com o que se nos passa na questão dos desejos mesmo... Aprendi isso lá, naquela época... Vc fez um post bem na linha da psicologia, menina. Legal!
      Bjs e sernidade.

      ResponderEliminar
    23. Olá,
      Fiquei pensando num curso que fiz ao ler seu post... o tal do sapato tem muito a ver com o que se nos passa na questão dos desejos mesmo... Aprendi isso lá, naquela época... Vc fez um post bem na linha da psicologia, menina. Legal!
      Bjs e sernidade.

      ResponderEliminar
    24. Luma, apesar não resistir às vitrines de sapatarias, confesso que não há nada melhor do que chegar em casa e tirar os sapatos!
      Que texto bom! História e psicologia dançam em sintonia, sem ninguém pisar no pé de ninguém!
      :) E já vi algumas imagens de mulheres da china com sapatinhos tão pequenos que os pés ficavam todos deformados, dedos e planta dos pés se confundiam! Um horror!

      Agora, descanse! Coloque os pés para cima e até a próxima!
      Beijos,
      Mel

      ResponderEliminar
    25. Oi,

      Estou te visitando pela primeira vez, graças a blogagem coletiva.
      Achei interessantíssima a sua abordagem, bem diferente, e curiosa.
      Sabia do fetiche com relação aos sapatos, porém, não conhecia esses costumes ligados a ele. Muito legal.

      Desejo-lhe harmonia e paz!
      Socorro Melo

      ResponderEliminar
    26. Dê um abraço aos papais de sua familia
      com carinho MOnica

      ResponderEliminar
    27. Luma, minha querida!
      Eu adoro massagem nos pés! Sou apaixonada pelas mãos que os massageiam...rsrsrs...
      Não sou de comprar muitos sapatos e nunca tive muita vocação para isso. Compro o que me agrada e me é confortável. A maioria, gosto tanto, que uso até ficarem bem gastos.
      Querida, um excelente final de semana!
      Um grande beijo,
      Jackie

      ResponderEliminar
    28. Vivendo e aprendendo, hehehe!
      Obrigada pela visita.
      Bjs querida

      ResponderEliminar
    29. Pois ´pe... bom argumento!

      Shisuii

      ResponderEliminar
    30. Luma, eu não tenho mania por sapatos como tantas mulheres,mas adorei teu texto bem humorado.Linda participação!beijos,chica

      ResponderEliminar
    31. Huum... agora já sei o que vou dizer... rs...

      Beijos Luma!!^^

      ResponderEliminar
    32. Engraçado, pois é dominar ou ser dominado quando se trata de fetiches, mesmo aquele que domina ainda é dominado pelo fetiche...

      Fique com Deus, menina Luma.
      Um abraço.

      ResponderEliminar
    33. eu curto esse tipo de colecionar sapatos femininos,tenho varios em casa,é tão bom,euuso eles para me masturbar,é maravilhosos, alguma mulher que tiver interessada em dar seus sapatos usados,ou vende-los é só entrar em contado comigo meu email é leuzinhu_bm@hotmail.com

      ResponderEliminar

    Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

    ...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

    PlagSpotter - duplicate content checker tool
    Licença Creative Commonsget click

    Algumas coisas não têm preço


    finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
    finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
    Verificar conteúdo duplicado

    Me leve com você...

    Leia o luz no seu celular

    Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

    Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

    Leia mais para produzir mais!

    Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor