Welsh Rarebit

A minha intenção ao escrever a postagem anterior, era simplesmente passar uma receita de sanduíche; o que prometi para a Ana Letícia em seu blogue. Deu no que deu! Fui escrevendo, escrevendo e quando me dei conta, não tinha passado a receita.

Algum tempo atrás, assisti um video produzido pelo New York Times em que o colunista/culinarista Mark Bittman (The Minimalist) preparava um welsh rarebit. Pensei: taí uma maneira de complicar algo simples de fazer!

As receitas culinárias muitas vezes são adaptadas à paladares, algumas ficam mais famosas que as originais. Só não podemos inventar muito, porque a receita perde a essência e se transforma em uma nova receita.



No caso do Welsh Rarebit, gosto muito da preparada por Fergus Henderson que leva mostarda, pimenta de caiena, mistura de queijos e cerveja preta. Já a receita tradicional, leva os seguintes ingredientes:

2 fatias de pão de fôrma
1 ½ colher (sopa) de manteiga
1 colher (sobremesa) de farinha de trigo
1 xícara de queijo cheddar ralado
½ xícara de leite
1 ovo
2 colher (café) de molho worchestershire (inglês)
120ml de cerveja inglesa, cidra ou Guinness
pimenta de caiena, pimenta do reino, Mostarda, sal, tudo em pó.



Toste as fatias de pão enquanto rala o queijo



Derreta a manteiga em uma panela



Desligue o fogo, adicione a farinha de trigo e misture bem.

Em banho-maria cozinhe a mistura rapidamente, mexendo sempre.

Retire do fogo.



Em outra vasilha, bata o ovo.



Incorpore tudo na mistura que havia retirado do fogo; também o leite e metade da cerveja ou cidra.



Junte as pimentas, mostarda e sal e cozinhe um pouco.



Em fogo brando, junte o queijo ralado e o molho inglês.



Adicione o restante da bebida escolhida e mexa até o queijo derreter.



Cuidado para não se embebedar!

Retire a mistura do fogo, jogue por cima do pão tostado e leve ao forno para dourar.



Tem gente que faz assim: Coloca o pão no fundo de uma cumbuca que possa ir ao forno e joga o queijo fartamente por cima. Ele vai gratinar e formar uma crostinha!!

Viu Ana Letícia!? Taí o meu queijo derretido na véspera do fim de semana. Não tenho nada contra a Santa Segunda-feira das Dietas, mas é melhor assim: quem é de beber usa como aperitivo e quem não bebe, acompanha o prato com uma salada verde e está pronta a refeição.



Aproveite o embalo e veja a receita do "Melhor sanduíche do mundo" que a Ana Letícia postou em seu blogue. Se quiser me apresentar a sua receita do "Melhor sanduíche do mundo" aqui ou em seu bloguinho, agradeço!

*A pimenta de caiena pode ser substituída por paprika. A cerveja por qualquer nacional branca ou escura, até mesmo vinho branco. O queijo, use aquele que tiver na despensa - parmesão, do reino, prato...o que chama a atenção neste sanduíche é sua cremosidade. Quem não tiver habilidade para dourar a farinha na manteiga e juntar leite - compre o molho branco pronto em caixinha.

Curiosidade: Este sanduíche tem origem na antiga região de Welsh (Wales) na Inglaterra e conforme nos passam, a caça aos coelhos era uma exclusividade do Rei e os que não podiam ter a iguaria, usavam a criatividade ou aquilo que tinham disponível para substituir os ingredientes. Os plebeus usavam queijo derretido e por isso apelidaram o prato de Welsh Rarebit, um trocadilho com rabbit (coelho) e rare bit (raro bocado).

Bon appétit !

13 comentários :

  1. Todo o post anterior por causa de uma receita, ahahahahahah!!! Luma, vc é demais e a receita me pareceu deliciosa.

    Bjus

    ResponderEliminar
  2. HUmmmmm vou testar a receita, nunca tinha ouvido falar, mas o visual deu água na boca rsrsrs
    Amo cozinhar, adorei o receitáculo e já estou fazendo o meu cadastro!!!!

    Bom final de semana!

    Bjks

    P.S.: o show foi perfeito!!!!

    ResponderEliminar
  3. Gosteiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii deu aguá na boca .... faço hoje a noite depois te conto como foi ...

    bjs

    ResponderEliminar
  4. Nossa, essa receita tá com jeito de ser uma delícia.
    Luma, feliz dia do blogueiro pra vc.
    Beijos.
    (tá passando batido, ninguém se deu conta)

    ResponderEliminar
  5. E eu com anorexia!
    Esta dificil comentar,meu pc esquentando...
    depois me diz qd vais a pt...te dou o telefone meu lá e morada,ok?Ainda tou no brasil.bjj :)

    ResponderEliminar
  6. Lumitcha,
    AMEI sua receita, MARA! Vou testar dia desses... Adoro usar temperinhos assim em pó, especiarias, pra mim são como afrodisíacos.
    Bjs
    Ana Letícia
    www.mineirasuai.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. Muito obrigado pela visita em meu blog. Não sou de Itajubá, sou gaúcho que mora na ilha de Florianópolis. Estou em Itajubá visitando minha filha, genro e netos que moram aqui.
    Minha filha é proprietária da cacaushow de chocolates finos daqui, em frente às lojas JOKA, na rua Nova.
    Bjs

    James Pizarro
    www.professorpizarro.blogspot.com
    www.james-pizarro.blogspot.com
    www.antesqueanaturezamorra.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Mas sabe Luma, de vez em quando mudar o assunto é bom pois, a patacoadas que vemos ao nosso redor acaba enchendo, sabe. Isso também mostra o lado culinário da amiga.

    Desculpe as raras visitas mas o tempo está escasso...

    Beijos e tenha uma ótima semana

    ResponderEliminar
  9. Vou experimentar essa sua receita e visitar o Receitário. Boa semana!

    ResponderEliminar
  10. Lindo o seu blog.
    Vc vai fazer sucesso no receitáculo e muitas amizades.
    Se vc tiver orkut me procure por lá será um prazer add: Catarina Estevez.
    Parabéns e sucesso sempre.
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Hummmmm... parece bom! Vou testar qualquer dia destes. Beijos!

    ResponderEliminar
  12. Luma, parece bom, alem de ser facil. Vou experimentar num final de semana! Imagino que a partir desta receita posso modificar ao meu gosto pessoal.

    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Adorei a receita e esse pão, por si só, já é demais de bom! Gostei !! Linda semana,bjs,chica

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor