Compulsão

“Você está viciado. Sua vida aqui é chata, não acontece nada. E lá no jogo é cheia de ação”


Ontem estava assistindo Existenz, filme de David Cronenberg e para quem não assistiu e quer se situar, o filme conta a fuga de uma designer de videogames (Jennifer Jason Leigh) com seu relações públicas (Jude Law) porque um monte de fanáticos religiosos quer matá-la.

Não existe limite entre a realidade e a fantasia, o jogo está dentro do jogo. Originalidades à parte, essa ficção científica pós-moderna cyberpunk deu à David Cronenberg o Urso de Prata no Festival de Berlin de 1999. O filme é bastante asqueroso. Abaixo o personagem de Jude Law 'brincando' com a comida.



Sempre na desconfiança desses cardápios de restaurantes típicos, antiguinhos e/ou moderninhos, contemporâneos; que oferecem pratos ao molho de ervas, mas, na inocência, nunca se imagina que ervas são essas.

E não é que um cozinheiro de um hotel na região de Granada, no sul da Espanha, colocou maconha em uma sopa que havia preparado para os funcionários do estabelecimento? O chef queria "fazer uma brincadeira" com seus companheiros e acabou intoxicando uma pessoa.

Depois de tomar o caldinho "batizado", uma das empregadas sofreu enjôos, calafrios e empalidecimento. O barato saiu caro para a pobre mulher. Ela foi levada ao hospital Virgem de las Nieves de Granada, onde foi diagnosticada uma intoxicação por tetrahidrocanabinol (THC), um dos compostos da maconha. O cozinheiro chegado em uma fumaça foi detido e aguarda julgamento em liberdade.


imagem come-se. Receita Inago temperado

O Museu de História Natural de Viena decidiu comemorar a abertura de uma nova sala de entomologia, de uma forma apenas possível para os paladares mais ousados. Ofereceram aos seus visitantes comidas leves que incluem gafanhotos e bichos-da-seda fritos.

A sala reformada, oferece um novo sistema de iluminação e dioramas tridimensionais do habitat dos insetos mais raros, como por exemplo; o escaravelho cervo.

A instalação tenta lançar luz sobre um mundo tão complexo como o que agrupa mais de um milhão de insetos conhecidos no mundo, e identificar as bases de sua evolução. Apesar de todos estes cuidados, o que chamou mais a atenção de todos os visitantes foram os crocantes gafanhotos fritos, oferecidos gratuitamente.

Quando sonharem com uns belos camarões-tigre grelhados e não os poderem pagar...olhem, lembrem-se que uns gafanhotos sempre ficam mais em conta.

imagem rtp

Um tempo atrás, o Ministério da Saúde do Camboja advertiu: excremento de vaca não faz bem à saúde. Dezenas de pessoas se deslocaram nos últimos dias até uma fazenda na província de Kampot em busca do cocô de uma vaca com supostos "poderes mágicos", um santo remédio segundo o dono da mimosa, Kim Chan.

Diante do repentino sucesso do esterco milagreiro, as autoridades se apressaram para alertar a população. De acordo com o secretário de Estado para Cultura e Religião, Min Khin, a vaca não possui propriedades mágicas e que o suposto poder de cura de seus excrementos poderia ter sido difundido por taxistas interessados em levar pessoas a essa zona remota.

"Esta é uma história propagada por um grupo de taxistas que quer ganhar dinheiro levando pessoas a um lugar ao qual normalmente elas não iriam", explicou Khin. Ele disse que "o Ministério enviará em breve seus emissários para investigar a situação e inspecionar a vaca".

Um assunto tão delicado merece a análise embasada e criteriosa de especialistas. Usar esterco de vaca como remédio "é uma m...".

E quando estiverem lá comendo, às altas horas, pratos suculentos e apetitosos, lembrem-se desse postezito. É o Luz de Luma prestando serviço psicológico a compulsão alimentar.

Beijus,

4 comentários :

  1. Espero que tudo corra bem com a cirurgia de sua mãe. Se ainda houvesse o Kolesterol, desejaria uma boa vaca atolada.
    Beijos
    Manoel Carlos

    ResponderEliminar
  2. Esta da bosta de vaca é ótima, existe cada uma.
    E sobre o filme, valeu pela dica, não faz o meu genero.
    Abraços

    ResponderEliminar
  3. Nossa que cena essa do filme hein? Meio bizarra hehe o pior é que deu vontade de assistir...

    Colocar canabis na comida, já basta os bolinhos de haxixe da Holanda hehe

    ResponderEliminar
  4. Luma, estou muuuuito atrasada com a leitura do seu blog... mas, devagar, vamos longe, né? Pelo menos é o que dizem. :-)))
    Não gostei das comidas deste post não... eca! :-)))

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor