Não é a forma que faz o homem [update]

Comentário de Silvares na postagem anterior:


- Como diz uma senhora das revistas cor-de-rosa aqui em Portugal, "Estar morto é o contrário de estar vivo." E pronto.

As esculturas de Gormley entrando no mar são um espanto.

E as esculturas? Estarão mortas?

imagens
Estas são esculturas antropomórficas de Antony Gormley, inseridas em Crosby Beach perto de Liverpool.

Recentemente este artista começou a desenvolver um projeto em que reunirá 2,4 mil pessoas na praça Trafalgar, no centro de Londres. Elas ocuparão por cem dias o quarto pedestal da praça como "esculturas vivas". Cada voluntário ficará de pé sobre o plint por uma hora cada um.

O artista afirma:

"Através da elevação ao pedestal e remoção do solo comum, o corpo se torna uma metáfora, um símbolo, e nos permite refletir sobre a diversidade, vulnerabilidade e particularidade do indivíduo na sociedade contemporânea"

Antony Gormley ficou famoso após esculpir o "Anjo do Norte" e é detentor de um Turner Prize, maior conceito para um artista.

O Projeto será uma celebração da riqueza étnica e as pessoas já estão se inscrevendo para participar. Mas não pense que esta proposta nasceu ontem, concorreram vários artistas a apenas duas vagas, uma preenchida por Antony Gormley e outra por Yinka Shonibare com O Navio de Nelson em uma Garrafa.

Anteriormente ocupou o espaço por 18 meses a obra de Thomas Schutte - Modelo para um Hotel 2007

Séries e Projetos:

Field amazonian

Field (1991 - 2003) - Amazônia

broken colummfeeling material

Broken Column (2003) e Feeling Material (2003 - 2007)

block worksdomain series

Block Works (2003 - 2007) e Domain Series (1999 - 2007)

domain field

Domain Field (2003)

clearing

Clearing (2004 - 2005)

waste manwaste man

Waste Man (2006)

time horizon

Time Horizon (2006)

breathing room

Breathing Room (2006) + imagens


Para Gormley as formas humanas ganham o centro das atenções - espectador e obra convivem para transformar, evoluir, revolucionar, para não confirmar o status quo.

"A arte que faz você se sentir cômodo provavelmente é artesanato, não arte. Ela se enquadrará naturalmente nas convenções; não vai evoluir, não vai desafiar"

Ano passado no South Park, também em Londres, várias pessoas ligaram para a polícia porque confundiram suas estátuas, expostas em telhados, com pessoas candidatas ao suicídio. Seu intento se confirmou, afinal não quer a arte pública preguiçosa e sem sentido.

Esta tremenda formação acadêmica, combinada com uma busca incessante da espiritualidade, o faz além de esculpir, questionar "A linguagem é a zona que define a nossa humanidade"

O que vocês acham, as esculturas são vivas?

O corpo na arte de Gormley é matéria de criação artística, que vê e representa, é mais do que mera massa. E você, como arte é também uma mera carcaça viva, cheia de substâncias que respiram?

Cabe ao artista dar vida à sua arte.

Update: Recebi a visita ilustre de Antony Gormley, que deixou um comentário no sistema haloscan - confiram! - e estou adicionando à postagem outro link fornecido por ele - http://www.antonygormley.co.uk

Convite: Silvares Inaugurou hoje, no Contagiarte a exposição de pintura "O Espírito da coisa" com trabalhos de sua autoria. Quem estiver no Porto (Portugal), sinta-se convidado. A exposição fica até dia 27 - R. ÁLVARES CABRAL Nº 372, PORTO.

Beijus,
Luma

8 comentários :

  1. A vida de algumas delas depende dele; Outras, a vida delas depende de nós;

    ResponderEliminar
  2. não é a forma, mas o que forma nos outros.
    Beijos

    ResponderEliminar
  3. nossa não tenho tempo pra dizer bons adjetivos ao seu blog!

    mas em breve voltarei aqui!

    lindas obras a arte é tudo !

    bjos

    ResponderEliminar
  4. Acabei de conhecer teu blog e estou assombrado com a qualidade dele. Como sou só um amador que gosta de escrever, sempre fico embasbacado de ver alguém que leva blogs a um outro nível. Isso é relativamente raro de acontecer, mas tenho que dizer que este agora é uma obrigatoriedade pra visitar.

    ResponderEliminar
  5. Luma, este Gormley é um espanto, de facto. Assisti a uma exposição dele em Lisboa, relativa aos Domain Fields, de 2003, que tem aí em cima e posso dizer que foi uma experiência, no mínimo, estranha. Uma sala imensa repleta daquelas figuras meio desmaterializadas com os visitantes a moverem-se entre elas... nem sei como classificar. Uma pessoa fica com a cabeça cheia!

    ResponderEliminar
  6. Luma, tem algo errado com esse "scripit" quando eu comento com o "openid" "wordpress" o comentário some !!.... foi só nesse post que percebi que os meus comentários vão para o espaço beijos

    Mariposo

    ResponderEliminar
  7. Nossa, pensei pelo título que você ia acabar com os homens...

    Realmente é uma forma de arte muito linda!

    Beijos!!!

    ResponderEliminar
  8. Querida Luma,

    O ser humano é pura arte - que lindo isso!

    Beijos de bom domingo.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor