Tentando colocar o bloguito em dia [update]

O navio-fábrica Nisshin Maru ficou dois meses na Antártica matando espécies de baleias em extinção e o resultado dessa matança seria comercializado ilegalmente no mercado japonês por seus tripulantes (contrabandistas). Como a Denise comentou abaixo, uma caixa deste carregamento foi retirada deste navio como prova resultante de uma investigação feita por ambientalistas.



Uma carta online foi escrita para ser enviada ao primeiro-ministro japonês, Yasuo Fukuda; ao ministro das Relações Exteriores Masahiko Koumura; ao embaixador Ken Shimanouchi e ao cônsul geral do Japão no Brasil Masuo Nishibayashi, exigindo a libertação imediata dos ativistas.

A carta está exposta AQUI. Gostaria de pedir a vocês, mais uma vez que participassem dessa cyberação movida pelo Greenpeace. Se antes de assinar quiserem se inteirar sobre o assunto, acessem o link.

Como bem disse a Mônika Mayer, infelizmente ainda dependemos de petições para tentar arrumar o mundo em que vivemos.

Ela também citou uma frase atribuída à Leonardo da Vinci: "Chegará o dia em que todo homem conhecerá o íntimo de um animal. E neste dia, todo o crime contra o animal será um crime contra a humanidade".

Vou aproveitar o embalo e dar à Mônika um presente que me foi dado pelo Marcelo Henriques, a um certo tempo e que ainda não tive tempo (espaço) para agradecer (Obrigado, garoto!) ou mesmo dividí-lo com alguém. Aiê Môniquinha, o presente é seu!! Abra-o e espero que goste!


imagem google

Como hoje estou muito pidona, visitei o blogue da Edilene Mora e soube da sua vontade de ajudar animais abandonados. Ela é voluntária e se auto entitula "cachorreira". Onde ela mora as Associações, Organizações, ONGs de Defesa e Proteção aos Animais estão com a sua capacidade de alojamento esgotada e ela pede que alguém dê abrigo a dois cãezinhos que serão doados castrados e vermifugados. Leiam parte do comentário que deixou aqui:

"A gente denuncia, mas infelizmente no nosso país a defesa dos animais é "coisa para desocupados, um luxo que não podemos ter", como já ouvi tantas vezes, e essas denúncias não são levadas à sério. Quando chegam até a mídia (o que acontece com uma entre milhares de denúncias, e mais ainda de situações semelhantes), como no caso do cachorro espancado em Brasilia, o criminoso paga R$2.000,00 de multa - da qual ainda pode recorrer - e sai livre, e, como o próprio Ibama reconheceu, ele deve apenas prestar serviços comunitários ou doar algumas cestas básicas ao invés de pegar 1 ano de cadeia como está previsto na lei. No caso das pessoas que abandonaram esses dois cães na zona leste, eles nem teriam dinheiro para pagar a multa, haja visto a casa onde moravam. Resta apenas a dedicação dos protetores, e a esperança de conseguir salvar tantos quantos pudermos"

Muita gente compra animais em pet shoppings, leva para casa e ao menor trabalho, sem ter para quem doar, abandonam nas ruas. No caso em questão, pressume-se que os antigos donos não tinham condições para dar continuidade a criação pela pobreza do lugar.

Não sei como age o Centro de Zoonoses da cidade de São Paulo no controle das populações de rua, até em função dos riscos que esses animais trazem aos seres humanos. Se não sabem 61% das doenças infecto-contagiosas que acometem o ser humano são causadas por zoonoses e 75% das chamadas doenças emergentes são zoonoses. Além das doenças, os animais podem ser responsáveis por acidentes de trânsito ou mesmo, agressão ao homem.

Pelo que consta, existe uma lei para todos os municípios que obriga o recolhimento dos animais e a sua eliminação sete dias depois, caso ele não seja recolhido pelo seu dono ou adotado. A prática da eutanásia é permitida pela Resolução 714 da nossa Constituição e a sociedade condena tal atitude mas não faz nada para ajudar no controle populacional dos animais de rua.

A adoção é o melhor método de controle, mas também é um procedimento complexo. As pessoas levam para casa e se arrependem e os cães entram no ciclo novamente, são abandonados. A doação por instituições de ensino e laboratórios também é questionada pela sociedade.

Implantar sistemas de identificação e esterilização é melhor do que eliminar o animal. Não é afastando o problema dos nossos olhos, mascarando-o que iremos solucioná-los. Quem pode adota ou tenta entregá-lo a uma instituição capacitada. Em último caso entregue-o ao Centro de Zoonoses. Quem não pode criar, não compre animais, pense antes.

Estar nas ruas abandonado é o pior fim não somente para os racionais.

[update] - Dia 22 foi aniversário da Denise e eu não sabia! Formamos uma bela dupla: ela que não gosta de comemorar e eu que dificilmente lembro de aniversários! Mas te desejo felicidades, sempre!! Beijuzinhos em tu!

Beijus à todos,
Luma

7 comentários :

  1. As pessoas tem que entender que um animalzinho de estimação sente frio, dor e fome; faz xixi e coco então..antes de adquirir um animalzinho - que faça por amor e não por outra questão qualquer.

    Abraços!!

    ResponderEliminar
  2. oiiiiiiiii to passando pra deixar um Bjoka ;)

    ResponderEliminar
  3. festa em homenagem aos santos de junho sendo denominada "festa joanina" devido São João. O nome joanina teve origem nos países europeus católicos no século IV. Quando chegou ao Brasil foi modificado para junina trazida pelos portugueses, incorporada aos costumes dos povos indígenas e negros. A influência brasileira pode ser percebida na alimentação (aipim, milho, genipapo, leite de coco), nos costumes (forró, boi-bum-bá, quadrilha e o tambor de crioulo). Os franceses acrescentaram a quadrilha, passos e marcações inspirados na dança da nobreza européia. Os chineses introduziram os fogos de artifício. A dança-de-fitas, é originária de Portugal e Espanha. Para os católicos, a fogueira é o maior símbolo das comemorações juninas, tem suas raízes em um trato feito pelas primas Maria e Isabel. Para avisar Maria sobre o nascimento de João Batista e assim ter seu auxílio após o parto, Isabel ascendeu uma fogueira sobre o monte.

    viva São João LUMA
    Aqui tb tem uma veterinária que adotou mais de 60 cães abandonados
    Nossa..da um trabalho

    beijos

    ResponderEliminar
  4. Mais uma cruzada ...

    Que sejam libertos os activistas.

    Já assinei!

    ResponderEliminar
  5. Luma, querida... vc tem um poder de acarinhar, mesmo sem conhecer!

    Obrigada pela lembrança, obrigada pelas palavras doces e, principalmente, pela visita à minha casinha, por ora de portas fechadas :)

    Voltarei em breve, revigorada e pronta para novas batalhas!

    Um beijo grande e apareça sempre que quiser, pois é muito bem vinda!

    (e.t.- a questão da adoção de animais já foi abordada no meu blog há um tempinho atrás, mas vou reiterar, insistir, martelar, bater na mesma tecla, gritar até ficar rouca - ou louca!!! Uma hora o povo acorda!)

    ResponderEliminar
  6. Luma, amo bicho e td isso me comove muito...

    ResponderEliminar
  7. Oh, Luma, que foto mais fofa de cachorrinho!!

    As pessoas que lutam pelo bem do planeta, presas... Vamos então ao abaixo-assinado. Obrigada pelo aviso.

    Beijos,
    P.S.: fui ao blog da Denise apra deixar-lhe um beijo de aniversário e aproveitar para conhecer suas palavras.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor