Aconselho clicar para ampliar...

E abrir o horizonte!




O fim de semana foi de praia e de amigos. Vejam se moro ou não no paraíso?

Eu tenho um amigo pessimista e com um péssimo defeito: sempre faz mal interpretação das palavras alheias.

Ele sabe disso e tenta corrigir. Só que a correção que faz é um pouco desastrosa. "Pior a emenda que o soneto" (Manuel Maria Barbosa du Bocage). Quem não o conhece, pensa que está o tempo todo puxando o saco. É desculpa pra cá, é desculpa pra lá! Um pouco constrangedor, para ele e para quem o tempo todo, também tem que dizer "Não foi nada!"

Pedi para que fosse fazer um exame. Talvez seja disritímico e nunca é tarde para mudar.

Dizem que é a primeira impressão é a que fica. Eu pergunto: porque nunca lembramos do bem, mas do último mal que sofremos? Uma pessoa pode nos ser cara a vida toda, sempre agir corretamente e por cargas d'água comete um deslize. Basta para que isso manche sua imagem pelo resto da vida.

Não quero conviver com pessoas perfeitas. Isso deve ser um tédio, mas penso que devemos tomar cuidado com aquilo que dizemos ou guardamos na gaveta. Já não escrevo "besteiras" em post-it. Vai que morro amanhã? Posso ser mal interpretada pela pressa e nem sempre é o que se diz que passa na mensagem, mas como o dizemos. A entonação a grande culpada.

Quando redigimos um texto, podemos transmitir idéia errada, dependendo da colocação dos pontos e vírgulas, principalmente. A pontuação é a leitura expressiva do texto, nela transpomos a melodia da palavra e o rítmo da leitura. Vejam:

"Um homem rico, agonizando no seu leito de morte, pediu papel e caneta e escreveu assim:

"Deixo os meus bens à minha irmã não a meu sobrinho jamais será paga a conta do padeiro nada dou aos pobres"

E morreu antes de fazer a pontuação da frase. A quem deixava ele a fortuna? Ora vejamos...

O sobrinho fez a seguinte pontuação:

Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

A irmã pegou no papel e na caneta e foi pondo a pontuação. O resultado foi o seguinte:

Deixo os meus bens à minha irmã. Não a meu sobrinho. Jamais será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

O padeiro pediu o papel e, puxando a brasa à sua sardinha, pontuou assim:

Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro. Nada dou aos pobres.

Por último, chegaram os pobres da cidade e afinal também sabiam pontuar...

Deixo os meus bens à minha irmã? Não! A meu sobrinho? Jamais! Será paga a conta do padeiro?Nada! Dou aos pobres."

Um tempo atrás recebi a parábola acima e é sabido que cada um interpreta como quer e dentro de suas necessidades.

E é assim a vida - Nós é que colocamos os pontos e as vírgulas.
E isso...faz toda a diferença!

23 comentários :

  1. Luma,
    Você realmente mora num paraíso!
    Parabéns,

    Sonia

    ResponderEliminar
  2. Menina do Céu! Lembrei da minha mãe. Professora de português! rsrsrs

    bjs, andrea

    ResponderEliminar
  3. Paraíso sim sim!
    è a interpretação é um problema!

    ResponderEliminar
  4. Haaaaaaa!! Adorei isso!

    ResponderEliminar
  5. Luma: A anta aqui meteu os pés pelas mãos com o meu tempo... Não deu para postar na blogagem coletiva... Uma pena...

    Quanto ao seu post: Detesto gente pessimista demais. Sou uma Pollyanna, quase todo o tempo!

    Que lugar lindo! Onde é?

    Beijos!

    ResponderEliminar
  6. Luma
    Essas fotos são do Brasil?
    Que lugar lindo menina!
    Esse texto eu conheci no 1º grau!
    Recordar é viver!
    Bjs
    lol

    ResponderEliminar
  7. Marcello, fez o 1º grau em Portugal??

    ResponderEliminar
  8. Luma,


    bela história do agonizante deixando posses!

    Por isso, para nos fazermos entender, é melhor deixar o texto já pontuado e virgulado... rs!

    Abraços, flores, estrelas..

    ResponderEliminar
  9. Que lugar tao lindo é esse???? Bj

    ResponderEliminar
  10. Muito boa a paráboa, Luma! Realmente, as vezes é dificil de entender a pessoa quando ela fala, imagina na escrita. Eu pelo menos interpreti ja varias coisas erradas, acho q por isso pergunto tanto hehehe.
    Adorei as fotos, lindo recorte do litoral! Bjs e boa semana!

    ResponderEliminar
  11. Oi, Luma,
    Tudo bem? Não sei se vc teve tempo de ler meu post contra a pedofilia. Escrevi sobre o abuso adolescente. Por coincidência, acabei de ler isto aqui: http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI2471277-EI4802,00.html

    A manchete é: Adolescentes são alvo principal de abuso sexual pela internet.

    Depois vc dá uma lidinha.

    Beijos,

    Larissa

    ResponderEliminar
  12. Agora vou eu a indagar a frase: mas não preciso de papel - deixo o dinheiro para lá e pergunto: ele soube usar com sabedoria? Duvido, se não teria se lembrado de mais gente.
    Não podia perder essa...

    Concordo com você - já cometi erros (não matei e nem roubei pelo que me lembro) mas cometi aqueles erros que você mesma trata de se permitir a alcunha de "burra" ou "estúpida" e o resultado é se permitir corrigir ou evitar numa próxima vez. É fácil julgar os erros, difícil mesmo é entendê-los.
    Beijos moça.

    Ps. Não identifiquei de onde são as fotos.

    ResponderEliminar
  13. Bonito sim. Devo voltar em julho, por mais tempo que janeiro. Se assim for - e estiver por aih - entro em contato na terrinha! Linda mesmo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Bonitas as fotos...
    boa semana

    ResponderEliminar
  15. Eu já conhecia esse texto Luma.
    Por isso q é preciso ter uma pontuação certa. Ainda mais na linguagem escrita, pois a linguagem escrita tem maior força do q a dita.
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  16. rssss, por os pontos aqui, vê?, as vírgulas, acolá, sente?, e a tudo interpretamos como não quereríamos ou como queremos, eis a questão, não ser ou descer...
    te convido a uma leitura,
    b
    luis de la mancha.

    ResponderEliminar
  17. Oi Luma. Vc nao conseguio saber a explicacao da blogagem coletiva q tou propondo pq ainda nao a fiz, na verdade fiz o selo, depois comecei a fazer o texto e deixei em rascunho. Tou querendo opiniao p saber se é exagero colocar mais uma blogagem coletiva para promover a paz, e nao o crime (violencia), ja q o Lino ja fez. O que acha? Bjs

    ResponderEliminar
  18. Paraiso...Põe paraíso nisto!!! Cabo Frio é o máximo.

    ResponderEliminar
  19. Oiii Luma, para comentar em alguns blogs do UOL vc deve ser cadastrada, pode criar uma conta só para comentar... alguns blog como o do Landinho só permitem comentários de pessoas cadastradas no UOL. Tenho um blog antigo que é UOL, entao uso essa conta para comentar... Bju ;)

    ResponderEliminar
  20. Cabo Frio. Conhe�o as praias. Areia branquinha..linda.

    do seu texto:
    Voc� tem a vida toda para para construir uma reputa�o e um minuto para destru�-la. Muito comum em ambiente de trabalho. Basta um deslize...

    Visitei o site de seu amigo Bill. Obrigado. Abra�os.

    ResponderEliminar
  21. Luma
    Agradeço sua visita ao BOA LEITURA.
    Por alguma razão não linkei seu blog, mas vou fazê-lo já!
    Havia escrito um longo comentário, com trascrição de trecho do livro do Dr. Bart D. Herman, autoridade mundial em escritos Bíblicos.
    Mas deu algum problema na hora de postar e perdi o comentário.
    Depois vou repetí-lo no Word e passo a você, vem a propósito deste seu post.
    Luiz

    ResponderEliminar
  22. Luma

    As fotos mostram realmente um lugar ma-ra-vi-lho-so! Lindo mesmo!

    A parabóla eu já conhecia, mas nunca é demais relembrar e pensar sobre ela.

    Beijos Doces!

    ResponderEliminar
  23. cristiano15:32

    Oi, Luma. Que bom que achei seu blog. É bom saber que ainda existem pessoas felizes no mundo. E que querem compartilhá-la até com seres obscuros. Beijos e abraços.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor