Sou classe média, e daí?

A letra da música Classe Média a seguir, é de Max Gonzaga, que no video é acompanhado da Banda Marginal.

Sou classe média.
Papagaio de todo telejornal
Eu acredito
Na imparcialidade da revista semanal

Sou classe média,
compro roupa e gasolina no cartão
Odeio “coletivos” e
vou de carro que comprei a prestação

Só pago impostos,
Estou sempre no limite do meu cheque especial
Eu viajo pouco, no máximo um
Pacote CVC tri-anual

Mas eu “tô nem aí”
Se o traficante é quem manda na favela
Eu não “tô nem aqui”
Se morre gente ou tem enchente em Itaquera
Eu quero é que se exploda a periferia toda

Mas fico indignado com o Estado
Quando sou incomodado
Pelo pedinte esfomeado
Que me estende a mão

O pára-brisa ensaboado
É camelô, biju com bala
E as peripécias do artista
Malabarista do farol

Mas se o assalto é em “Moema”
O assassinato é no “Jardins”
E a filha do executivo
É estuprada até o fim

Aí a mídia manifesta
A sua opinião regressa
De implantar pena de morte
Ou reduzir a idade penal

E eu que sou bem informado
Concordo e faço passeata
Enquanto aumento a audiência
E a tiragem do jornal

Porque eu não “tô nem aí”
Se o traficante é quem manda na favela
Eu não “tô nem aqui”
Se morre gente ou tem enchente em Itaquera
Eu quero é que se exploda a periferia toda

Toda tragédia só me importa
Quando bate em minha porta
Porque é mais fácil condenar
Quem já cumpre pena de vida


Eu não me sinto ofendida com a música, mas metade dela é mentirosa. Tá certo, pode ser que uma parcela de nossa população é assim como diz a letra da música no seu modo de agir, apesar de afirmar pensar diferente. Mas não podemos colocar todos da classe média em um único saco. Tenho lido muitos disparates pela internet ultimamente, nisso incluo pessoas da classe média, criticando a classe média, se excluindo dos vínculos com a sociedade brasileira.

Outra parcela adota aquela velha história:
"sou da classe média, mas faço discurso de esquerda; voto no PT e acho que com isso vou mudar o país. Acredito que o Lula que representa os pobres e desassistidos; faço discursos violentos contra a elite branca, mas freqüento todos os lugares aos quais ela vai; odeio a elite golpista, mas compro tudo o que ela compra; tenho ódio dos burgueses, mas faço compras na Daslu. Sou o pequeno-burguês petista, uma bandeira vermelha na mão esquerda e na direita uma garrafa de Romanée-Conti"

A pesquisa "Brasil: estagnação e crise", realizado pelo professor Waldir Quadros, do Cesit (Centro de Estudos Sindicais e de Economia do Trabalho) da Unicamp em parceria com a Gelre, empresa de relações humanas do trabalho, aponta para o decrescímo do poder aquisitivo da classe média ao contrário do que afirma o nosso presidente.

Também não entendo tanta raiva de quem conseguiu ganhar dinheiro e subiu na vida. Como se todos os ricos usassem de "espertezas" para chegar onde estão. Ainda existem honestos, pessoas que com o suor do trabalho foram recompensadas dignamente. São pessoas de sorte num país de azarados pocotós.

Os medianos devem perceber quando estão sendo usados pela grande mídia para favorecer o grande capital e os donos da comunicação de massa.

A inteligência humana tem limites. A estupidez não.
(Ignatus Nobel)

A crise ética e política do país fazem com que cidadãos "apolíticos" comecem a malhar uns aos outros, como se a culpa fosse do vizinho. Gente preconceituosa e egoista que se incomoda com a melhoria da qualidade de vida dos mais pobres. Um comportamento de parte da classe média brasileira que talvez ingenuamente entra no jogo da mídia golpista. Estamos condenados à pena de vida?

Após o acidente com o avião da TAM, movimentos apareceram. Eu fui uma das que divulguei o Protesto organizado em São Paulo no dia 29 pelos familiares das vítimas. Divulguei por achar ser um movimento apolítico, envolvendo a dor e o descaso das autoridades.

Mas até que ponto um movimento é apolítico? Não acham que mesmo alguém não tomando partido, já está tomando um partido? A natureza é política, por assim dizer.

Todo esse bafafá sobre esses movimentos "aparecidos", nos vários segmentos de mídia, têm sido discutidos pela nossa classe média, por excelência. Ah, você não é classe média? Ou vocês acham que "pobre" tem internet banda larga? Indo mais à frente, eu diria que o mundo - já que muitos se preocupam com o que o mundo vai dizer do comportamento brasileiro - ou melhor a elite do mundo, talvez a mais rica, a elite alemã deve rir daquilo que pode ser o projeto da elite brasileira.

Pois tomem ciência! Acho legal quando alguém assume que não entende nada de política, mas ter comportamentos insanos diante da política, não dá! Gritar em praças "Fora Lula" ou mesmo vaiá-lo, tudo bem. É manifestação democrática e demonstra basicamente que não temos sangue de baratas. O que não pode é gritar "Barbudo" "cachaceiro" ou coisas desse tipo. Fica parecendo briga de criança, que diz: "Feia, chata, boba..." é perder a razão.

Mas se é para se preocuparem com o que dizem lá fora, fiquem espertos! A população internacional que se interessa pelos caminhos do Brasil acha que estamos demorando muito para sacudir a poeira, o que deveria ter sido feito já na época do mensalão. Falando nisso, Marcos Valério comprou fazenda nova em Curvelo/MG...

Falando em comportamento feio, é feio ver o nosso presidente colocar as camadas da sociedade umas contra a outras (cadê a classe média aqui gente?) dizer que a elite dominante (branca) e burguesa é contra o povão do vale voto (bolsa família) é discurso de palanque! Ele coloca quase 77% do pais contra os 33% gerando um conflito social. Adiante gera um novo conflito afirmando que a elite branca planeja um golpe contra o Estado.

A incompetência e a corrupção, aliada aos discursos de defesa, onde ataca uma camada da sociedade, só nos fazem concluir, quando os exemplos veem de cima, - onde se prospera roubando - que assumir a própria culpa é vergonhoso. Isso reflete na sociedade, influenciando uma tendência de transferir as frustrações para os outros.

Li no blogue da Cora e se encaixa perfeitamente aqui: "Mais uma semana de noticiário, e seremos 189 milhões de especialistas em aeronaves..."

Esta frase, li já faz um tempo e daqui uns dias fará um mês que de repente todo mundo é piloto, todo mundo entende de aeronave, de aeroportos, de ranhuras na pista ... e agora, valha-me Deus, de distância entre poltronas.

Mais uma vez, o foco da questão sendo desviado e por puro racismo intelectual dos defensores deste governo, uns Marias vai com as outras, que não conseguindo convencer o país de suas "boas intenções", resolveu dividi-lo. Salve o anarquismo!
-----------------------------------------------------------------------
No dia 18 de agosto, o site No Fly Day ("Dia Nacional sem Vôos") propõe uma "greve de passageiros" em todo o Brasil. Mas se você não usa avião como meio de transporte, neste dia de "Boicote Aéreo", cada pessoa ou grupo deve se manifestar da maneira que convier. Seja com uma simples medida, como uma fita vermelha e preta na antena do carro. O importante é manifestar o desagrado contra a política adotada pelas companhias aéreas. Leia o Manifesto. Não há caminhadas programas pelo movimento.

Gostaria de deixar registrado aqui, em um momento de utilidade pública, para aqueles que se utilizam da máquina voadora para viajar, alguns dos seus direitos previstos no Código Brasileiro de Aeronáutica:

"Art 229. O passageiro tem direito ao reembolso do valor já pago do bilhete se o transportador vier a cancelar a viagem.

Art 230. Em caso de atraso da partida por mais de quatro horas, a transportador providenciará o embarque do passageiro, em vôo que ofereça serviço equivalente para o mesmo destino, se houver, ou restituirá, de imediato, se o passageiro o preferir, o valor do bilhete de passagem.

Art 231. Quando o transporte sofrer interrupção ou atraso em aeroporto de escala por período superior a quatro horas, qualquer que seja o motivo, o passageiro poderá optar pelo endosso do bilhete de passagem ou pela imediata devolução do preço.

Parágrafo único. Todas as despesas decorrentes da interrupção ou atraso da viagem, inclusive o transporte de qualquer espécie, alimentação e hospedagem, correrão por conta do transportador contratual, sem prejuízo da responsabilidade civil".

É isso!

20 comentários :

  1. Nem o Leao da Montanha sabe o lado da saida...
    bjs

    ResponderEliminar
  2. pior q a letra não é de toda mentirosa tb.


    /(,")\\
    ./_\\. Beijossssssssss
    _| |_.................

    ResponderEliminar
  3. denise20:07

    Luma, não sabia de seu acidente. Tenho feito poucas visitas, devido a acúmulo de trabalho. Mas está bem, e isso é mais importante.
    Minha preocupação é que ganhamos ou conquistamos o direito de botar a boca no trombone, e me parece que esta "abertura" deve-se ao fato de que a impunidade é certa.
    beijo,menina

    ResponderEliminar
  4. Estou numa fase de achar que qq movimento anti alguma coisa não tem sentido, até por sua definição controversa e paradoxal. Prefiro tomar partido pró alguma coisa. No momento, concordo qdo fala sobre a questão da falta de respeito com o presidente, afinal ele é o próprio. Mas será que não está na hora de trabalhar em PROL de mudanças signifivativas que provavelmente passem pelas portas do Palácio do Planalto e tirem definitivamente gente que é contra tudo, como a transparência, verdade, empenho, boa vontade e principalmente vergonha na cara.

    ResponderEliminar
  5. Cara Luma,
    Sou aquele cara que citou o teu post sobre a semana da amamentação lá no Blogoleone. Não sei se reparaste mas o Blogoleone é bastante favorável ao atual presidente. Pessoalmente, acho que o Lula tem sido o menos pior no atual quadro político. Claro, tem gente que acha melhor votar nulo, por exemplo. Direito de cada um.
    A classe média é algo com várias facetas. Mas certamente, o pessoal do "Cansei", da indignação seletiva é o que eu chamaria de classe média alta. É esse pessoal que gosta de chamar o atual presidente de cachaceiro, analfabeto, e coisas do tipo.
    Não sei se cheguei a dizer algo.
    E, a propósito, copiei este vídeo encaixado dos White Stripes, no meu Voltas em Torno do Umbigo.
    []

    ResponderEliminar
  6. Pois é,
    A letra é malfadada sim... mas nem todos pensam assim como diz a letra da música.
    Parabéns pelo artigo.
    Vc conhece a Ria Formosa??? é logo aqui a dois passos da casa da minha sogra... e Pedras Del Rey fica a 12 quilômetros de cá de Olhão, no Algarve-Pt.
    Bs,

    ResponderEliminar
  7. Concordo com o pessoal, a letra não está totalmente errada não. Por outro lado tenho certeza que a classe média estaria ao lado do governo se alguma coisa de concreto fosse feita mas, do jeito que está, de que forma amiga? Veja lá em casa que fiz uma indicação à você. Até amnhã na blogagem. Bjs

    ResponderEliminar
  8. Luma, eu li tantas coisas a respeito desse "Cansei" que por um período eu achei que tinha alguma coisa por trás bem trágica. Você está coberta de razão, pois tem muita gente por aí que cismou que nós agora somos elite e que não queremos o Lula porque ele está com os pobres. Tudo conversa fiada.
    Beijocas
    P.S.:Vou escrever um e-mail para você.

    ResponderEliminar
  9. Concordo com ti LU, tem classe média bem esnobe, mas não é bom generalizar, porq eu sou da classe e não tenho nada de esnobe não.
    Bjocas e felicidades

    ResponderEliminar
  10. lUMA1 FINALMENTE CONSIGO ESCREVER UM COMENTÁRIO...
    DESDE O SEU POST DE ANTEONTEM ESTOU TENTANDO!
    INCLUSIVE PEDI AO vALTER QUE TE INFORMASSE..
    MAS, VAMOS AO QUE INTERESSA!
    EXCELENTE A ESPOSIÇÃO SUA SOBRE CLASSE, MEDIA, LULA , MOVIMENTOS E MANIFESTAÇÕES.
    SOU PT, NÃO NEGO, SEMPRE VOTEI NO LULA, E TENHO ALGUMAS SEQUELAS DOS ANOS 60...
    MAS, APOIO E DIVULGO QUALQUER MANIFESTAÇÃO POPULAR,MESMO QUE NÃO CONCORDE COM ELA, POIS COMO ROUSSEAU, MORREREI PELO SEU DIREITO DE FALAR,MESMO QUE SEJA AQUILO QUE NÃO QUERO OUVIR ( é mais ou menos isso...).
    Chega de bobagens e implicancias, se unidos queremos o melhor, então, que sempre seja feita a vontade do povo desde que nã descambe para a anarquia pura e o preconceito total.
    participei como pude do dia do Protesto, pq acho um absurdo a atual situação da crise aérea no brasil.
    tenho reticencias quanto ao movimento "cansei"..
    Mas , de verdade, esse seu post foi um dos melhores, mais claros e digo que tenho a humildade de reconhecer que vc me convenceu a repensar algumas posições radicais que ainda carrego...
    muitos beijos, e sempre estarei tentando "te ler"...

    ResponderEliminar
  11. Luma, nao conhecia essa musica, mas achei bastante interessante e acho que tem uma certa verdade nela.
    Quanto ao acidente, nao posso comentar muito a respeito porque nao estando no Brasil, estou por fora dos detalhes. Por esses dias tenho tido mais medo de voar.
    O seu post eh muito bem feito, gostei bastante.

    ResponderEliminar
  12. Luma, estou atrasadíssima e quando estiver mais tempo retorno para esse teu post ENORMEEEEEEE!!
    E agora? O Oscar era ofensivo? Não fui ver a origem, ai, ai... Desculpa se esse foi o caso, averiguarei!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  13. Oi Luma!!!
    Prefiro nem falar de política... Até tenho uma posição, acho que todo mundo culpa a classe média por tudo (bom ou mau) que acontece, mas deixa para lá...
    Menina, minha semana tá corrida "no úrtimo"!!! Adoro fazer tudo no meu ritmo, mas tá difícil...
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Luma!
    o link do Petry já está lá!
    bjs!

    ResponderEliminar
  15. puxa vida, acabei de fazer um comentário sobre classe média lá no meu blog. hehehe
    A maioria dos meus irmãos é classe média, e também conheço muitas outras pessoas que o são, mas que tem muito classe média buna mole, ah, isso tem! Mas também verdade que tem muito pobre que tem mais é que se ferrar.

    ResponderEliminar
  16. luma.... Seu texto é prova de amor ao seu país e ao nosso povo!
    é assim que se sente quem acredita!
    Vc sabe brigar, lutar, e com pessoas como vc, com certeza vamos chegar lá!
    tenho minhas diferenças, sou da turma da antiga, ainda tenho ranço dos anos 60...
    che tinha um sonho, eu tb já tive....
    hoje acredito que nosso povo ainda tem chance,por que existem pessoas como nós, que mesmo compequenas diferenças queremos a mesma coisa!
    parabéns pelo texto, e vamos juntas a luta, mesmo que por caminhos um pouquinho diferentes...
    um grande abraço!!!!

    ResponderEliminar
  17. Luma, no Brasil, bonito é ser pobre e chorar midéria. Se vc fala que se esforçou e conseguiu algum dinheiro, todos te olham como se vc fosse um ET ou um bandido.
    Os direitos das pessoas que se utilizam do transporte aéreo já deixaramde ser respeitados há muito tempo. Nem adianta reclamar porque tudo está um caos mesmo... vc vai ficar falando, falando e ninguem vai fazer nada.
    :-(
    Bjo!

    ResponderEliminar
  18. Jon Ice00:57

    Sabe... eu sou classe média e se Itaquera explodir inteira eu não me importo. Quero que o Lula morra, quero que os Cingapuras se incendeiem matando o máximo de marginais possíveis... Ah o que me lembra: Estava eu no ponto de onibus quando veio um desgraçado e levou meu dinheiro, meu relógio, minha jaqueta... adivinha pra onde ele foi depois, que deu pra ver do ponto, hein ? Certo, pro cingapura, que é a casa desses bandidos.
    Por mim que morram todos. A Música está é certa, a não ser por uma coisa. Não faço passeatas nem nada... "To nem aí" pra Moema e Jardins também.

    ResponderEliminar
  19. A musica tem razao...e como!!!....o problema da classe-media no Brasil e' que ela se sente superior porque pode se dar o " luxo" de certas coisinhas que a maioria da populaçao nao pode...e' uma classe que faz um esforço enorme para se identificar com os valores das classes dominantes, e de viver como um membro das classes dominantes ( quase tudo o que faz, o faz se endividando, e as vezes nem paga o que comprou a prazo,...mas faz para viver de aparencias).

    Quando fala da gente humilde, o discurso e' o mesmo, com o mesmo teor ofensivo e preconceituoso( preguiços , acomodados que se conformam com pouco, com bolsas-esmola, etc, etc, etc).

    A classe-media ainda nao percebeu que nao passa de uma classe proletaria igualzinha aquela que ela repudia...a diferença esta' somente no fato de que sao PROLETARIOS-QUALIFICADOS(com curso superior) ao contrario dos outros.

    Se vc meu amigo, e' medico, advogado, dentista ou manager de uma grande multinacional, mas deve vender algumas horas de seu trabalho em troca de um salario (mesmo que seja um alto salario), VC e' UM PROLETARIO. Nao se esqueça jamais disso.

    Preconceito social e' inadmissivel sempre, mas o considero ainda mais abominavel se vem de um classe-media, e' como pobre que odeia pobre, sabe como e'??

    A classe media brasileira so' aprende a se comportar com dignidade quando vai viver no exterior...ali, ela aprende uma liçao de humildade, porque brasileiro la' fora, nao tem CLASSE SOCIAL: ele e' pobre e basta. Mesmo que pertença a uma das familias aristocraticas no Brasil, ele logo vai perceber que seu PEDIGREE TUPINIQUIM nao vale 2 contos....nesse momento, todos sao nivelados por baixo.

    Que experiencia!!!!...Eu os aconselharia a refletir sobre isto.

    ResponderEliminar
  20. Luma,acho que vc não entendeu o que o autor de fato quis dizer ...Talvez com essas palavras de Marilena Chauí vc consiga enxergar o contexto da letra da música...Saber interpretar é mesmo fundamental.....Segue palavras de Marilena Chauí: "O que distingue uma classe social da outra não é a renda ou a escolaridade. O que distingue uma classe social da outra é a maneira de ela se inserir no modo social de produção. Se você se insere como proprietário privado dos meios sociais de produção, você é capitalista. Se você é assalariado que vende sua força aos proprietários privados dos meios sociais de produção, você é proletário. Quando não se é nenhum dos dois, ocupando uma posição intermediária da pequena propriedade comercial, agrícola e das profissões liberais, você constitui a classe média. Esta classe média já estabelecida que é petulante, arrogante, ignorante e fascista. Ela é movida por um sonho de se tornar a burguesia detentora dos meios sociais de produção e possui um pavor de se tornar parte da classe trabalhadora. Porém, ela nunca se tornará esta burguesia, pois não entende o processo social para se tornar burguês, mas sustenta seu sonho através da ordem, da repressão e da segurança. Realmente a tal classe média é uma flor que não se cheira."

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor