Eu exijo "Ordem e Progresso"



Ontem estava caminhando entre os blogues e li um comentário que se referia à Blogagem Coletiva como uma Bobagem Coletiva. Não quero entrar nos previlégios que esse brasileiro possa ter para se sentir tão diferente da maioria da blogosfera, visto que é blogueiro. Tão superior que não respeita uma manifestação democrática, talvez o verdadeiro "Palhaço que espalha alegria" que o nosso presidente descreveu ao criticar adolescentes que o vaiou em ato público, portando nossos conhecidos "nariz de palhaço". As vaias ocorreram ontem no Norte do Estado do Rio de Janeiro. O nosso presidente tomando as dores do atual governador do Estado, pediu para que esse não levasse em consideração, pois aqueles eram "jovens, desprovidos de consciência política", não sabiam o que faziam. "Perdoai eles não sabem o que fazem" disse o todo poderoso!

O Fato ocorreu em uma cerimônia de inauguração de um centro de ensino técnico federal em Campos, os "jovens" eram professores pleiteando efetivação de concurso público e não como Sérgio Cabral qualificou "meninos pequeno-burgueses que reclamam de barriga cheia".

Que país bagunçado! Que baderna! Presidente da República e Governador de Estado em bate-boca! Será que colocaram os "adolescentes" de castigo?

"Ordem e Progresso" - lema Positivista que os discípulos brasileiros de Augusto Comte inseriram na bandeira da "República do Brasil" em 1889, começava uma nova fase sociológica no desenvolvimento histórico da sociedade brasileira com formas antipatriarcais de industrialização e de urbanização da vida brasileira.

Monarquia substiuída pela República: Os barões e monarcas se tornaram diplomatas e estadistas. Os novos "coronéis" do interior substituiram os antigos barões, como chefes políticos. Dança das cadeiras, cabides de empregos? Isso vem de longe!

Neste ensaio de "Ordem e Progresso", no ethos brasileiro, foram agregadas algumas características de brasilidade: capacidade de acomodação, de pactos e acordos firmados, do desejo de ligação com o poder e sentir-se um ser exótico e telúrico.



O Barão do Rio Branco, antes de se tornar Ministério das Relações Exteriores, ficou à frente do Ministério de propaganda e se encarregou de formar a imagem do Brasil no mundo. Numa dessas propagandas, Mr. J. C. Oakenfull, direto da Inglaterra deu o significado ao nosso "Ordem e Progresso" - em título de matéria - "Ordem e Progresso, the Brazilian motto typifies the policy of the nation to-day" - era dada a largada para o ideal do Mote:

"Her conquests have been won by arbitration, in place of war. She has settled almost all her frontier questions and is able to turn her attention to internal development and this is proceeding at a pace almost inconceivable. The iron horse us stalking over the land".

Também naquela época membros do governo se utilizavam de meios de propagandear idéias, nem sempre verdadeiras. Apesar de toda essa propaganda, até o fim da Primeira Grande Guerra Mundial não houveram benefícios para os operários das fábricas e nem para o trabalhadores de plantações de cana de açúcar que substituíram os escravos. E o que aconteceu com os escravos? Foram para o lixo social, desprezados pelos políticos e desassistidos pela Igreja Católica e Clero. Fato este considerado o mais negativo de nossa história.

Questão social? Só foi existir quando aqui repercutiram as agitações anarquistas, socialistas e proletárias da Europa dos primeiros dias de após Guerra. A nossa "Ordem e Progresso" sempre esteve subjulgada aos anseios vaidosos do poder.

Desde aquela época da adoção do mote "Ordem e e Progresso" até os dias atuais o Brasil ainda tem problemas para conciliar a ordem com o progresso, quer íntima ou quer pública.

Quando o escândalo do mensalão veio à tona, escutamos muitos falarem que aquela era a hora de redesenhar o país. Não aconteceu nada até agora.

O Brasil precisa urgente de uma reforma. Não vou falar das instituições políticas - instituições "imexíveis" - mas precisamos modernizar o Judiciário. O sistema precisa de reformulações imediatas!

Estamos enjoados das injustiças. A mídia nos incendeia com escândalos e crimes que logo caem no esquecimento. A população idealiza: apuração nos processos, sem danos à apuração da verdade.

No Brasil, acreditar na justiça significa aguardar anos por uma sentença. Os motivos para tanta morosidade e ineficiência são muitos. Faltam recursos e pessoal qualificado - a polícia, também despreparada, também não está equipada e a estrutura judiciária é pouco ágil.

Já falei aqui no "Luz" do exemplo do que ocorre na França, em que há uma descentralização através do Juizado de Instrução; enquanto um juiz assume o comando da investigação policial, o outro julga o caso. Essas medidas aproximariam o Brasil da justiça administrada no primeiro mundo.

Resta saber se o país, em sua totalidade, será capaz de reunir vontade política necessária para analisá-las e colocá-las em prática. Como cidadão, não podemos simplesmente cruzar os braços e ver o tempo passar. Precisamos exercer o termo "cidadania".

Não sabem por onde começar? Indico que leiam um texto excelente do blogueiro Márcio Pimenta.



Este texto faz parte da Blogagem Coletiva promovida pela Veridiana Serpa. Veja abaixo a lista de participantes. (Se o seu nome não constar na lista, avise!)

1. Tina - Blue Moon
2. Fernando - Cronicanet
3. Ricardo Rayol - Jus Indignatus por Ricardo Rayol
4. Cilene Bofim - Distant Daily
5. Leo Tody - Videoadoração
6. Silvano Vilela - Plug Br
6.5 Silvano Vilela - Plub Br
7. Luci Lacey - Hippos
8. Andre Neves - Melhoramento constante
9. Mélica - Blog da Mélica
10. Robson Sciola - Recanto do Velhinho Rabugento
11. Jacque - Tricotando
12. The God speed (PV) - Buona Ventura
13. Marília Alvarenga - Alvarenga sempre
14. Saramar - Escrevinhações
15. Jack Jaws of Heaven Aré - Couro de Jacaré
16. Jefferson - Caçador de Mentes
17. Regina - Bella Mistura
18. Maria Augusta - Le Jardin Éphémère
19. Nilza - Do Avesso
20. Pétala - Por entre Pétalas
21. Lino Resende Blog Lino Resende
22. Alexandre Costa - Fábrica de Histórias
23. Cláudia Pit - Blog Cláudia Pit
24. Bárbara - Veines Noires
25. Kall - Meu tempo
26. Oscar Luiz - by Osc@r Luiz
27. Silvana - Pata Irada
28. Cris Soares - Clave de Sol
29. Fabian Rodrigo - Viajei no livro
30. Samantha Shiraishi - Atualidades sob os olhos de mãe, jornalista e cidadã
30.5 Samantha Shiraishi - A vida como a vida quer
31. Rodrigo S. Toledo e Adriana Saba - RodrigoSToledo
32. Ronald - Blog do Ronald
33. Simone Zelner - Blog da Simone
34. Aline Dexheimer - Blog Dex
35. Fábio Mayer - Blog do Fábio Mayer
36. Tati Sabino - Déjù Vu
37. Rodrigo Amaral - Parole, Parole
38. Meiroca - Pensiere e Parole
39. Eduardo - Varal de Idéias
40. Nana Hayne - Banana con Peperoncino
41. Tel - Tel do Brasil
42. Veridiana Serpa - Firma Produções
42.5 Veridiana Serpa - Geek Chic
43. Ale - Photos e Fatos
44. Marcelo Telésforo - Tô Zuanu
45. Brazilians Abroad - Brasileiros no Estrangeiro
46. João Bosco - Blog do João Bosco
47. C Antônio - Blogando Francamente
48. Sizenando - Sizenando, cartuns, cartuns & cartuns
49. Nick Ellis - Getting Better
50. Rosa - Rosa 147
51. Flávio - Opiniaum
52. Rafael - Aletômetro
53. Serjão - Serjão comenta do céu
54. Rafael Reinehr - Casa Rafael Reinehr
55. Sanduba - Coisas do Sanduba, Sociedade e Conhecimento
56. Rafael Dourado - Netlus
57. Mônica Montone Fina Flôr
58. Mário Leal - Apoio Fraterno
59. André Wernner - Blog do André Wernner
60. Turmalina - Cartas de Tarot
61. Ulisses Losz - Asas da imaginação
62. Francy e Carlos - Cenas do Cotidiano
63. Lúcia Freitas - LadyBug Brasil
64. Patricia Ramos - Miss Simpatia
65. Jeanne Geyer - Consciência e Vida
66. Anderson Costa - andersoncosta.org
67. Gleise - Ricota com água
68. Luciana Monte - Dia de Folga
69. Luma Kimura - LumaKimura
70. Ernani Mota - Blog do Ernâni Motta
71. Patricia Haddad - S.O.B.R.E.T.U.D.O
72. Deby - Por um segundo
73. Dennes Oliveira - Cidadão Carioca
74. Simone - Cartas sem selo
75. Talarico Ross - Um Canarinho na Terra do Urso de Ouro
76. Jamine Bruno - Jamine Bruno - Passeando pela Europa
77. Máris - Beth - Blog das amigas
Participe também!
Boa blogagem!
Beijus,
Luma

Comente aqui também!

33 comentários :

  1. Luma, estamos vivendo uma época tão estranha que as vaias agora são consideradas como coisa de retardado mental. O Cansei é de dondocas paulistanas que na falta do que fazer, resolveram lançar um manifesto nacional.

    Parece que nós que somos contra a situação brasileira, nos comportamos dessa forma porque somos elite que faz parte do grupo que acredita nas mentiras da Rede Globo. Os demais que ainda acreditam em você sabe quem é que são os inteligentes.

    Sabe de uma coisa, eu não estou cansada, eu estou é esgotada.

    Beijocas

    P.S.: Depois responderei ao seu e-mail

    ResponderEliminar
  2. Também estou participando e acho que é nessa linha mesmo: uma reforma, mas que atinja inclusive o senso comum das pessoas, porque no Brasil, há muito, o vale tudo para se dar bem está arraigado em todas as esferas de poder, classes sociais e classes profissionais.

    ResponderEliminar
  3. Pois é minha querida, a que ponto chegou, né?!
    pagamos imposto, taxas e mais não sei o que, mas não podemos exigir nada, nem reclamar...
    Isso é a democracia?
    Será que o brasileiro vai se deixar intimidar?
    espero que não...
    Bjos linda...ótimo fim de semama..
    Ah...tô na blogagem, viu?!..

    ResponderEliminar
  4. Luma, como sempre a Yvonne acerta sempre em cheio pois, quem acredita nela, em você, no Rayol e tantos outros sabe exatamente aquilo que é bom para a sociedade em geral. Estar participando aqui, com meu modesto conhecimento, já me dá subsídios suficientes para saber separar o joio do trigo. Um otimo final de semana à você.

    ResponderEliminar
  5. Eu li tanta coisa boa nos blogs sobre a blogagem coletiva de hoje que não tenho nem coragem de postar alguma coisa.
    Tudo que precisa ser dito já foi... Maravilhoso...
    Beijocas

    ResponderEliminar
  6. Luminha,

    Como já havia te dito, eu infelizmento não pude participar da blogagem coletivo por falta de tempo mesmo, e como sei que o movimento é sério e não uma BOBAGEM COLETIVA como disseram por aí, não seria nada legal me comprometer e não participar depois.
    Infelizmente as palavras Ordem e Progresso que estão na nossa bandeira, correm um risco de daqui a pouco serem trocadas por Desordem e Regresso...nosso país pra virar circo só falta a tenda mesmo.
    Adorei seu coment no meu blog...menina, é vero, fiquei 7 anos com o cara ainda...sou cara de pau mesmo..rs
    Já tem post novo por lá.
    Um beijo procê e bom findy

    ResponderEliminar
  7. Luma,
    Seu artigo é um documentário e como tal deveria ser lido e relido por nossos (?) políticos, esses desalmados que depois que se elegem esquecem-se do povo, e passam a trabalhar em causa própria. Renan é, no momento, o melhor exemplo! Mas a história está cheia deles.

    Por isso, tenho a Blogagem Coletiva como um ato DEMOCRATICO e de fundamental importância para abrir mentes e corações que ainda estão adormecidos e se deixam iludir, passando o poder do voto, em dia de eleição, para pessoas desqualificadas.

    ORDEM E PROGRESSO e respeito ao voto deve ser a ordem do dia. De todos os dias.
    Parabéns. Eu também estou participando da blogagem.

    ResponderEliminar
  8. Luma, seu post está perfeito, acertou na mosca. Se tem uma coisa que esses políticos nefastos merecem é uma boa vaia.

    Bjs, Nick

    ResponderEliminar
  9. Texto impecável como sempre.
    Temos que entender de politica, falar e discutir, quem sabe assim algo começa a mudar?
    Também estou participando, embora modestamente, bem no meio do texto deu pane no word.
    Beijos

    ResponderEliminar
  10. Luma

    Obrigada pela visita lá no meu blog.
    Ando tão atrapalhada e atarefada que não consegui fazer como eu queria e agora que me dei conta de ter colocado Blogagem Coletiva em vez do título certo. Vou arrumar. Valeu, obrigada!
    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Luma, sabia que estariamos juntas aqui. Já percebi que sua ligação com as causas sociais é fortíssima.
    Abraços e parabéns pelo excelente post, mesclando história e atualidade.
    Sam

    ResponderEliminar
  12. Parabéns, Luma. Focou um dos pontos mais estarrecedores: a lentidão do judiciário. Como advogado, te garanto que está coberta de razão. Ocorrem verdadeiros absurdos dentro daquele SUB-PODER. Abraços.

    ResponderEliminar
  13. Acho uma vergonha o nosso país,pra não dizer um circo, vejo tanta coisa errada e o presidente molusco só sabe q dizer q não sabe de nada.. fala sério.. ele é presidente ou molusco?
    Big Beijos e bom fds!

    ResponderEliminar
  14. Lumaaaaaaaaaaaaaaaa

    Entrei no seu blog, oba!!

    Vamos no unir, fazer valer o nosso direito a cidadania e tirar estes ratos do poder.

    Muito bom seu post Luma, como sempre foi detona.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Luma, gostei do seu texto, como sempre, instrutivo e lúcido.
    Para mim, há muito, o país desconhece o sentido da palavra ordem.
    O Fabio Max, em seu excelente texto nesta blogagem, mostrou inúmeros exemplos de como a "desordem" permeia nosso cotidiano sem que ninguém se sinta perturbado com ela.
    Creio que, de nossos atos pessoais, dos exemplos que podemos espalhar, da constante vigilância, poderá nascer alguma semente que possa restabelecê-la.

    Beijos, bom final de semana.

    ResponderEliminar
  16. Oi Lu!
    Eu gostaria de participar também!

    ResponderEliminar
  17. Cada um se expressa como pode e como merece a ocasião!
    :)

    Beijos Luma.......

    ResponderEliminar
  18. junior11:21

    Ahhhhgora eu entendi qual é a blogagem coletiva. rssss
    Oi Luminha, tudo bom?
    Ó, eu blogo assuntos assim a um tempão, então eu participo com meus textos passados, certo? Eba!!
    Mas ó, eu não tê preocupado com essas "questãos". Até gosto do brasil, só acho que ele é muito cheio de brasileiros, alguns até conseguem chegar a presidente e isso é um "poblema".
    Sinceramente, não acho que isso aqui tenha jeito, não nos próximos 150 anos, talvez aconteça de funcionar antes disso se o lula conseguir levar a cabo a guerra de classe que ele promove, ao final dela, teremos legiões de pobres diabos dançando "minha equinha pocotó" ao redor da fogueira com imensas plantações de pessoas da classe média empaladas apodrecendo ao sol como paisagem de fundo, ao por do sol tão lindo do brasil-sil-sil.
    Não tem jeito, eu não gosto do brasileiro. O brasileiro só fode tudo em que põe a sua mão suja, é aquele cara às avessas, "isquici" o nome do cara, putamerda.
    Até acho que os meus textos são perda de tempo, mas não acho que blogagens coletivas sejam bobagens, muito menos pelo contrário. Acho essas manifestações legítimas, acho bem bonito pessoas com o seu nível de sensibilidade escrevendo sobre o assunto. Você pode até ter orgulho de ser brasileira, mas eu no fundo no fundo, acho que você não é. Eu, em outras vidas provavelmente joguei paralelepípedos na cruz e fui condenado a nascer por aqui.
    Mas nada disso é reclamação, pra mim é diversão. Não que eu seja do tipo "quanto pior melhor", mas é que ligo pouco pra essas coisas.
    Nossa, nem sei mais do que eu to falando... acho que to me "espalhando" demais aqui no seu blog né, deixa eu sair de fininho...
    Beijos beijos, um delicioso final de semana pra ti

    ResponderEliminar
  19. muito boa essa iniciativa! ;D

    ResponderEliminar
  20. Luma,
    Não só o judiciário, mas tudo aqui precisa mudar.
    Até a mentalidade de um grande número de pessoas, que ainda aceitam como algo normal tanto descaso público, e exploração humana.
    Ótimo post!
    abs

    ResponderEliminar
  21. Camille21:06

    Oi Luma,
    Voltou a acontecer a mesma coisa: o blog cai naquela paginade fora do ar, chegar aos comentarios foi complicado uma guerra minha e do mouse. So consegui ler sobre o panaca que escreveu da blogagem coletiva. Nem criatividade o infeliz tem por que a bobagem coletiva ja foi usada como termo pejorativo em outras blogagens. Engraçado como a pessoa nao se enxerga nao é? Vai passando pelos blogs para sacanear. Se for adoelscente esta desculoado, sao os hormonios, a contestação de qualquer coisa, agora se for um adulto, tadinho né? Pobrinho.
    Beijos Luma, e vamos ver se pelo menos o comentario fica, ja que nao consegui ler o post.
    Beijos,
    Camille

    ResponderEliminar
  22. Luma, Vera de Sant'Anna (1928-1995) foi uma figura ímpar, singular, única! Carioca da gema, nasceu na Praça Tiradentes e morou em Copacabana (Barata Ribeiro), Ipanema (Garcia D'Ávilla) e Leblon (Ataulfo de Paiva). Foi uma artista plástica excepcional! Quem viveu os anos 60 e 70 pelos bares de Ipanema conheceu a Vera, sem dúvida, pois era muito boa de copo! Tinha um talento tão grande que, em meados dos anos 70, foi morar na Holanda e vendeu dezenas de quadros, justo na terra dos grandes pintores!
    Deixou um livro, pela Editora Codecri, a mesma que editava O Pasquim, intitulado "Quase Baixo", onde conta sua vida até os 50 e poucos anos.
    Em 1964, com 36 anos, foi morar com meu irmão, o jornalista Moacir Japiassu, que tinha 22. Eles se separaram em 1968. Passei a conviver com ela em 1969, quando me mudei de Belo Horizonte pro Rio. Até 1977, quando voltei pra BH, tive o que posso considerar "os mais importantes anos de minha vida". Ela me mostrava tudo que era "de vanguarda", inclusive Frank Zappa, que você colocou na abertura de seu blog.
    Vera tinha uma cultura impressionante, sua casa era cheia de livros, discos e garrafas de uísque, claro! Com ela, conheci os grandes autores, os filmes clássicos e muita coisa mais.
    Meu irmão a homenageou no livro "Quando Alegre Partistes", em 2005.
    Mesmo depois de 1977, eu sempre a visitava anualmente, nas férias. E quando meu telefone tocava, de madrugada, eu já sabia quem era. Vera me dizia: "A essa hora, só posso falar com duas pessoas: você e o Carlinhos Lyra. O resto do mundo dorme!"
    É bem possível que você conheça alguém que conheceu Vera de Sant'Anna, Luma!
    Bjussssssssssssssssssssss!!!!!!

    ResponderEliminar
  23. Luma, querida, passei para te dar um beijo, e desejar bom fim de domingo!

    ResponderEliminar
  24. Época esquisita, país esquisito, governos esquisitos. Tudo isto, por causa de um povo que só enxerga seu umbigo. Um povo egoísta, que spo vê o seu lado e acha que o público não é de ninguém. Beijos do Hiran.

    ResponderEliminar
  25. Luma, como sempre um excelente post!!! Felizmente conseguimos que 73 blogs fizessem parte da Blogagem, eu sinceramente acredito que é um início, melhor do que nos calarmos, e enquanto os brasileiros sentirem a impunidade no ar, esse continuará sendo o país do "jeitinho", a justiça tem que funcionar!!! bjs

    ResponderEliminar
  26. luma, luma, luma: te achei! ufa, mais dificil alccançar vc do transformar este torrão...

    brigado pela visita a meu blog, o espaço é seu, aguardo seu retorno...

    mais coisa boa preu ler, aqui no mundinho virtual, vou visitar sempre e com vagar este teu espaço.

    como vc diz, beijus!

    ResponderEliminar
  27. Achei preocupante esse episódio em Campos, um pede vaias, o outro diz q os protestantes não têm noções de política. E o direito de discordar, onde fica? Achei a postura dos nossos representantes de uma boçalidade tremenda. Essa blogagem foi uma ótima idéia, um passo a mais nessa caminhada que temos que assumir pelos nossos direitos. Não pude participar, mas maridão deu sua contribuição e eu dei meus pitacos. Rs
    Bjks pra vc!

    ResponderEliminar
  28. Eu sei quem foi que disse que é bobagem coletiva... hehe. Mas não importa porque cada um tem direito de achar o que quer...
    Vc vê, Luma. O Lula é tão burrinho, coitado, que não entendo o motivo do nariz de palhaço. Ele acha que os estudantes usam porque representa uma coisa alegre.
    Ai, ai... este é o nosso presidente.
    Bjo!

    ResponderEliminar
  29. Luma, sei que você transa bem com os elogios, tanto por merecê-los, quanto pela pessoa centrada que mostra ser nesse seu texto, por isso, preciso lhe dizer, ele está genial.
    A blogagem coletiva, ainda que pareça uma bobagem, direito inalienável de quem assim pensa, é uma forma de exercermos a nossa cidadania. Pena que neste País a exclusão digital seja pantagruélica.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  30. Pois é, Luma. Há tantos recursos no nosso judiciário que talvez a solução fosse abolir as primeiras instâncias, e encher de juízes os tribunais superiores.
    Por outro lado, já que falaste em Ordem e Progresso, por que não fazer que nem alguns fazem de vez em quando, e pedir para colocarem "Amor, Ordem e Progresso" na bandeira? Afinal, se não me engano, o lema positivista era "o amor por princípio, a ordem por base, o progresso por fim"...

    ResponderEliminar
  31. Valeu Luma pelo seu comentário no meu blog.
    E parabéns pelo seu,é muito lindo.
    abraços

    ResponderEliminar
  32. Por mim voltariamos a ditadura! hoje em dia se confunde liberdade com libertinagem, e o povo só quer saber de futebol, pagode, novela e orkut, com isso o governo deita e rola.Deveria haver um novo retorno aos princípios sociais,mas com o capitalismo em voga não dá!a reforma tinha que ser estrutural mesmo, mexer com os pilares,sem isso acho dificil haver uma mudança efetiva.

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor