Ética

Photobucket - Video and Image Hosting

Segunda-feira, dia 25, é o dia em que vários blogues estarão participando da postagem coletiva sobre ética. Se não quiserem falar sobre ética política, voto com ética, falem sobre qualquer outro tipo de ética. Em qualquer tipo de ética, o personagem principal sempre será o indivíduo.
Estou me antecipando, porque irei viajar. Em casa está tudo embalado para a reforma e se é pra dormir em hotel, que não seja em um do lado da minha casa, não tem nem graça! Volto nas eleições, espero.

Esta postagem organizada pela Laura, tem por objetivo esclarecer e ajudar aqueles que estão "perdidos" a encontrar um caminho para o entendimento. O que podemos fazer para mudar a política? Para aqueles que pensam que, ainda está para nascer um candidato ideal para governar esse país, digo que estão completamente enganados. Não empurrem com a barriga, não deixem que outros decidam por vocês. Corram atrás de informações sobre os candidatos. O que está em jogo é o futuro da nação.

Fiquei pensando que agora virou modismo falar sobre ética. Pra todo lado fala-se em ética, mas porque isso? Ora! Quando se está com sede só se pensa em beber água! Está faltando ética principalmente na vida política. Estamos com sede de pessoas que honrem as cuecas que vestem. Não confunda honra com dinheiro.

A discussão sobre ética, nos leva a ter mais consciência das nossas possibilidades e responsabilidades. A ética não impõe verdades, ela clama por reflexão. Alguns sentimentos éticos são construídos durante a vida e passados para nós conforme a sociedade nos conduz. É um sentimento interiorizado, é preciso sentir a necessidade de ser ético para aplicá-la cotidianamente. Algumas pessoas usam o rótulo de ser ético para o próprio interesse e até fazem disso profissão, é o caso, por exemplo, de uma nova profissão surgida nos EUA; os eticistas.

Bons exemplos não morrem!

Posteridade
________________________________________

Eles vão nos achar ridículos, os pósteros.
Nos examinarão
com extrema curiosidade
e um tardio afeto.
Mas vão nos achar ridículos, os pósteros.

Olhado de lá
tudo aqui
será mais claro
para eles
que nos verão
inteiramente diversos
do que somos,
bem mais exóticos
do que somos.

- Como esses primitivos
ousavam se chamar modernos?
Farão simpósios, debaterão
e chegarão a bizzaras conclusões.

Assim entraremos para a história deles
como outros para a nossa entraram:
não como o que somos
mas como reflexo de uma reflexão.

(Affonso Romano de Sant’Anna)

Vamos participar da História do Brasil, mesmo que anonimamente vamos refletir!
E você que um dia pretende ter filhos, não pense somente no dinheiro que terá que ter disponível pra educá-lo. Com dinheiro poderá colocá-lo nas melhores escolas, poderá passear, comer e vestir muito bem! Mas o dinheiro não compra valores subjetivos que são passados de pai pra filho. Pela conduta de um pai (mãe) um filho saberá discernir o que é certo do errado. O ser humano não vive apenas, ele convive.

Educação está além da escrita. O primeiro príncipio para a construção do caráter, deve ser o pensamento de que todos os indivíduos são iguais, devem merecer o mesmo respeito, ter os mesmos direitos e que um individuo depende do outro.

Estamos errados de debochar de alguém que escreve/fala errado. POW!! O cara não foi alfabetizado ou se foi, foi muito mal! Também estamos errados em procurar desculpas. Coitado, no Brasil não tem escolas, o próprio presidente não fala e escreve direito, ele é um péssimo exemplo!

Não, ele não é um péssimo exemplo quando é ignorante das letras; ele é um péssimo exemplo quando não dá satisfação para a nação dos atos que envolvem o seu governo e o partido que o apoia. Mas ele é superior e acha que estando bem nas pesquisas, o restante das opiniões que se dane! Pois esse restante que pode mudar o rumo dessa nação. Vamos fazer a nossa parte!

Confesso que nunca dei nada para o Lula, nem o meu voto. Em Janeiro de 2005, estava em Davos e disse que o Brasil precisava ser duro contra a inflação, criticou os EUA, cobrou vaga na conselho da ONU, evitou ter encontros com Bill Gates, pediu ajuda para combater a fome no mundo, mostrou o crescimento do país, pediu ajuda de investimentos estrangeiros, assinou programa de co-financiamento para Haiti, recebeu elogio de Bono Vox, fez Sharon Stone chorar e num ato involuntário pedir dinheiro para a África. E, daqui a pouco ninguém vai saber onde fica o Brasil... Sim, o discurso é muito bom e os que participam da economia do país sabem direitinho do que estou falando.

Mas para aquela platéia endinheirada de Davos, ele pediu atenção para os pobres do mundo. Tá Certo! O país cresceu, está controlando a inflação (?) e com a bolsa família, o pobre desapareceu do Brasil. Pobre só o mundo tem. Porque no Brasil, pobre tem vergonha de dizer que é pobre e daqui a pouco até os ricos terão. Ficará tudo "classe média", "classe alta", "classe altíssima"...a migração é alta! Eu não sei se o Brasil contribuiu para ajudar a África, eu não sei onde foi parar o dinheiro que paguei em impostos.

ERA UMA VEZ UM MENINO QUE SE PERDEU PELOS BREJOS
DA TERRA DE MEU-DEUS...
(Valdomiro Braz)

O que é pobre? O pobre é classificado dependendo do lugar onde mora. O pobre europeu é diferente do pobre brasileiro. O fato de ser operário não define o pobre, no Brasil a instablidade demográfica é o que define o pobre, o nomadismo - o termo: Fulano se virou - ele está se deslocando. O pobre é pobre quando não tem emprego e endereço. Antigamente o pobre, aquele que não tinha trabalho era tido como vadio: fulano é vadio. E hoje, como devemos chamar aquele que quer trabalhar, não consegue um emprego?

Como podem os intelectuais trabalharem para os pobres?

É nesta hora que entra o intelectual, uma das células da sociedade. A maioria dos intelectuais sentem angústia de não se sentir útil, chegam em um estágio de saber, não habilitados para resolver os problemas da miséria, ele é excluído por saber. Justamente essa classe que tanto apoia o atual presidente, é excluída pela sua forma de governar. Porque essa disparidade? Utopia. Resquícios de antigos ideiais, querer viver de passado? Só pode! E por não dar o braço a torcer, batem na tecla do medo do desconhecido. As minhas esperanças continuam intactas, porque ainda existem os intelectuais debandados, os rebeldes, que não entram no esquema.

E partindo do princípio, que todo homem pode ser intelectual e trabalhar com a cabeça para colocar idéias e ideais em outras cabeças, diria que existe uma minoria chamada de "Advogados da Intelectualidade", aquele que tem uma visão geral e universal de dominação social.

A preguiça de saber como a sociedade está funcionando é o que faz cair no marasmo da ignorância. A mídia trabalha com a aparência. A notícia é aparente, cabe ao intelectual dismistificar estas aparências por detrás da notícia para os pobres. Nem tudo que se vê é o que parece ser.

O intelectual deve "suicidar" seu lado intelectual para parecer diante do seu contrário. Uma secretaria de cultura é um estado ampliado de intelectualidade. Qualquer pessoa pode exercer sua intelectualidade, alguns exemplos:

Arthur Bispo do Rosário, escultor, expressou sua arte para os pobres, não frequentou universidade e Mário de Andrade, que em seu Turista Aprendiz diz: O BRASIL É FEIO, MAS É GOSTOSO!

Feio ou gostoso, vamos fazê-lo honrado!
Vamos participar da vida política desse país!
Vamos tirar do poder essa escória afilhada da ditadura!
Vamos votar com ética!
Vamos ajudar aquele que não tem acesso a informação, a começar pelos empregados em casa. Comece a plantar idéias e ideais!
*Não deixem de visitar o blogue da Laura para saber da opinião dos outros participantes. Avisem que estão participando para que possam ser linkados!
Boa postagem coletiva!
Beijus

0 comentários :

Enviar um comentário

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor