Foram muitas emoções.

Ontem o tempo parou por doze horas.

Horas que fiquei anestesiada, como se o que estivesse acontecendo, não estivesse na realidade.

Como se a vida fosse um filme e eu ali, de platéia. Só agora consigo colocar o pé no chão.


Resolvemos tudo, pra tudo damos um jeito e chega a morte e nos dá uma rasteira.


(Pausa para um balanço)



As pessoas.

Há pessoas que não fazem nada. Pessoas que só reclamam. É, e agora começou uma temporada chatinha de gente que repete: "Eu não gosto do natal" - Alguns não gostam com motivos justos; associam a data à fatos tristes ocorridos na mesma época.

Há pessoas que reclamam por reclamar. Mas se há de ter natal todos os anos, pensem nas crianças (crianças e animais sentem segurança com a rotina) e tornem o natal agradável, oras! Esse tédio acumulado, um enfastio pela vida, me deixa pau!



A Cilene a pouco tempo publicou um artigo dizendo que crianças e adolescentes na Noruega estavam deixando a escola, via atestado médico, alegando depressão e angústia. Logo em seguida a BBC publicou um artigo dizendo que o cérebro infantil poderia ser estimulado por ácido Omega-3 e que os cientistas da Universidade Helse Bergen de Haukeland, afirmavam que uma colher de óleo de fígado de bacalhau, todos os dias, poderia reduzir a depressão em até 30%.

Vocês já tomaram isso? Querem judiar das crianças! Brincadeira. Sabemos que o Omega-3 está relacionado com a saúde, detém certos tipos de câncer, que esse ácido graxo faz o cérebro evoluir 3 anos em crianças e que o bacalhau, vai desaparecer daqui 15 anos.

Não é só na Noruega, a juventude mundial está em crise, pedem socorro e a sociedade atual parece não ouvir. As taxas de suicídio e depressão crescem ano a ano.

É um sinal de que a vida torna-se cada vez mais difícil de ser vivida? Vejo isso nos programas destinados aos jovens, como seriados - dúvidas existenciais, o papel diante da vida e as dificuldade em se tornar adulto. As letras das músicas são relacionadas a fugas, numa rebeldia diferente da que tratavam o rock n roll dos anos 80 - em que poderiam até falar em quebrar tudo, mas colocavam as neuroses para fora; algumas bandas chegavam a quebrar guitarras como forma de expressão.

Hoje a revolta é fria e amarga. Prestem atenção, por exemplo, nas letras de Eminem, Fort Minor ou Linkin Park ou nas músicas que aparecem em paradinhas - as mulheres são hipersexuadas, nada doces e não exibem sorriso. Muito triste isso!

…Help!…

- E o povo chorando nos estádios?
- Luma, isso sempre aconteceu!
- Esse povo que chora nos estádios, são os que gostam de natal!
- Eu gosto de natal e nunca chorei num estádio.
- E você, já foi no estádio em dia de decisão?

Foram muitos jogos, muitas emoções, o coração já não aguenta mais um joguinho que seja. O campeão foi encontrado, entregaram-se as faixas e agora vamos todos descansar. E daqui uns meses, depois de todos refeitos, voltamos cheios de vontade para mais uma temporada, mais um ano de emoções.

Que vos parece? Você pode optar por deixar de ver o jogo e não torcer pelo time. Ou ver e se decepcionar, ou ver sem torcer e parecer feliz com qualquer resultado. Quanto ao jogo, quem não marca: Sofre!

Mais uma vez, como muitas vezes este ano, aconteceu isso mesmo; criaram oportunidades, não marcaram, levaram com eles. Deu vontade de gritar uns belos de uns palavrões — fiquem descansados, não fiz isso.

E depois não de gosto criticar os jogadores, mesmo os sonsos. Foram jogos desgastantes, lutaram, empenharam-se, fizeram tudo para chegar, pelo menos ao final — e conseguiram! (Faz de conta)

Graças a Deus! Sim, porque apesar de o título já ser uma miragem, ainda podemos e devemos — que me desculpe — chegar ao 2º lugar. Ao contrário da maior parte do pessoal que anda por ai, por esses foruns, acredito que chegaram lá! Ano que vem, tem mais!

- De que jogo, de que campeonato está falando, Luma?
- De qualquer campeonato. Todo ano é a mesma velha história.

Mas a vida é diferente do futebol; não tem dois tempos ou segunda chance. Você pode até ensaiar a jogada, mas se perder, perdeu definitivamente. Se vive apenas uma vez. Aconteça!

13 comentários :

  1. Bem, agora que eu já respirei preciso dizer que hoje o dia está calma e eu espero que chova para quem sabe assim amenizar o impacto de tudo que li. (rs)
    As pessoas reclamam o tempo todo, tudo o que vc escreveu, de certo ponto de vista também pode ser visto como uma reclamação.
    Tem gente que não gosta do velho Noel, eu sou uma delas, mas por uma questão diferente. Não faço parte da cultura que vê no natal um simbolo real de alguma coisa. Pra mim é apenas uma festa que celebra o nascimento de alguém que pelos estudos mais detalhados não poderia ter nascido nessa época do ano.
    E quanto ao futebol. O choro talvez faça sentido se a gente observar que o time que caiu representa bem o Brasil. Desorganizado, mal administrado, cheio de corruptos, entre outras coisas.
    beijos meus a vc...

    ResponderEliminar
  2. E por causa dessa paixão desmedida por futebol que ando começando a odiar esse esporte... o nome já diz tudo, é somente um esporte e muitos o cercam de paixão e ferram tudo...
    Bjocks Luma!

    ResponderEliminar
  3. Betha09:07

    Post profundo Luma..vou ter muito o que pensar..obrigada.
    Abraço, Betha

    ResponderEliminar
  4. Oi,
    Luma,
    Por esse motivo que eu não deixo pra amanha o que posso fazer hoje, nossa vida é feito de momentos aquele que não volto mais eu tenho uma linda e emocionante historia quem sabe um dia eu te conto assim vc vai saber o pq coisas que passam em nossas vidas e não aproveitamos então viva como se fosse o ultimo dia da tua vida.
    bijus
    Patrícia
    Aracaju-Se

    ResponderEliminar
  5. Taliesin10:22

    Oi Luma
    queria saber o q foi q aconteceu contigo q vc falou no começo pelo jeito foi algo grave, pela sua descrição
    Achei bem interessante o texto.
    tenha uma bela quarta
    beijos


    http://bardd.co.uk/blog

    ResponderEliminar
  6. Anónimo11:59

    Seu blog é tudo de bom!!!
    Temos dito isto aos nossos amigos...
    Gostamos muito de os ler a todos.
    bs,

    Francy&Carlos
    francy.gutierrez@gmail.com
    http://wwww.cenasdocotidiano.net

    ResponderEliminar
  7. Nossa, quanta reflexão, mas gostei do argumento de que não podemos dar óleo de fígado de bacalhau pra crianças senão ele acaba!!! Hahahahahahaha
    Aquilo é HORRÍVEEEEEEELLLLLLLL!!!!

    ResponderEliminar
  8. arrepiante, alarmante, preocupante e coberto de verdades

    ResponderEliminar
  9. Não me fala em morte, mal tenho tempo de cicatrizar uma ferida por falecimento de entes queridos e logo vem outro q se vai..
    Big Beijos

    ResponderEliminar
  10. Onde é que já vi o relógio das japonesas?! ;)

    ResponderEliminar
  11. Não gosto de futebol e nunca gostei, alias gostei sim o dia que a arquibancada caiu .kkkk
    Nem me fale em oleo de figado de bacalhau, toda mãe que se presa deu para os seus filhos ... me lembro que tinha que tapar o nariz para tomar aquilo ..ecaaaaa... mas sei que hoje em dia tem até sabor e cheiro bom ..mas na época ..cruizcredo ...

    Ps. valew pelo link ...

    bjs

    ResponderEliminar
  12. Oi Luma,
    Gosto muito do teu blog.
    Também participo da divulgação sobre o caso Ana Virginia e também tenho vários posts sobre o assunto...
    Me interessei pela propaganda para assinar a petição no caso. Podes me conseguir o código Html para eu inserir no meu blog?
    Beijos,Aline

    ResponderEliminar
  13. Luma, o Natal sempre traz lembranças muito tristes pra mim e pra minha família. Mesmo assim, a gente consegue deixar isso de lado e comemorar, tentar viver só o lado alegre das festas de fim de ano. Acho que todo mundo deve escolher sempre o lado positivo das coisas e não se deixar atormentar pelas coisas ruins. Ficar deprimido ou não é, na maioria das vezes, uma questão de escolha. É claro que tem os casos que realmente precisam de tratamento psicológico ou psiquiatrico, mas no geral, é a gente que escolhe se quer ser feliz ou não. Eu penso assim. :-)

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor