Brasil no espaço

Sábado ao acessar o navblog dos blogues do uol, aparecia a figura abaixo. Pensei até que fosse algum tipo de brincadeira pois...Marcos Pontes, já havia sido retirado da nave e pousado nas proximidades da cidade de Arkalyk (Cazaquistão) às 20h48 do sábado (horário de Brasília). Agora sei que o "Roxinho" é personagem do uol e vocês fiquem sabendo o porquê que não apareci em vossos bloguinhos.


Segunda-feira é o dia da semana que você vai levantar quieta(o), com a maior ressaca (não de bebida, mas de qualquer excesso), achando a vida um tédio e a sua cama o melhor lugar do mundo. A Segunda-feira também é excelente para empreender energia nos projetos profissionais e pessoais, viu crianças? Mas nós não acreditamos muito nisso e sempre arranjamos desculpas - de véspera – para encarar este dia tão difícil:

"Que depressão quando toca a musiquinha do Fantástico!"
"Ih... se amanhã estiver chovendo assim não vou trabalhar, não."
"Por mim, a semana começaria na terça."

O melhor da segunda-feira é não acordar.
Não tem jeito, segunda-feira é o dia nacional da preguiça.

É neste dia que o trabalhador, assim como o estudante, acorda resmungando, lamentando pelo fim de semana ter passado tão depressa e pela rotina estar presente em nossas vidas novamente por mais cinco longos dias. Mas enquanto a maioria queria cancelar a segunda-feira do calendário, outros contam os segundos para chegar a hora de ir ao trabalho. Para estas pessoas, o ambiente e a boa companhia dos colegas para almoçar e conversar paga qualquer preguiça. A maioria das pessoas vão para o trabalho com preocupações de casa na cabeça, o que não é certo, assim como o contrário também não é certo. A solução seria não levar problemas pessoais para o trabalho. O segredo seria procurar prazer em trabalhar. Se não temos vontade de levantar é porque não estamos felizes com a nossa opção profissional. Uma coisa é estar cansado pelo fim de semana, outra é não encarar o dia. Dá saudade do fim de semana e há uma certa preguiça para enfrentar a realidade, o trabalho, a rotina.

Sentimento nobre que ajudou nosso ilustre marxista Paul Lafargue quando esteve preso a escrever o seu maior sucesso "Direito a Preguiça". Não só ele como também os budistas na famosa crônica "O elogio à preguiça"

Sabedoria milenar...convenhamos: quem não lamenta o fim do prazer?


A vida é um luxo.
A cada dia abrimos uma caixinha de surpresa e,
de mau humor, não há como aproveitá-la.
Como você se livra da preguiça
da primeira hora da manhã em sua Segunda-feira?
Eu fico esperando ela passar...rs.
Boa Semana!!!
Beijus,

0 comentários :

Enviar um comentário

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor