Santos Dumont escreveu o seu nome na lua

Santos Dumont

Cliquem na imagem para ampliar

Os americanos vão discordar por toda a eternidade,
mas afirmar que o pai da aviação é mineiro de Palmira
não é mera patriotada.


Asinam embaixo as centenas de autoridades e curiosos presentes ao Campo de Bagatelle, em Paris, no dia 23 de outubro de 1906, quando o 14-bis voou por mais de 50 metros e garantiu a seu inventor, Alberto Santos Dumont, um prêmio e um lugar na História.

Em comtrapartida os irmãos americanos Wilbur e Orville Wright, afirmavam ter voado em 1903 com um biplano. O avião do brasileiro foi o primeiro aparelho mais pesado que o ar a sair do chão com recursos próprios, enquanto o dos americanos, conforme eles próprios reconheceram, era impulsinonado por uma catapulta.

A polêmica jamais terá fim: As brechas deixadas pela História(esta ciência longe de ser exata) são o que torna o seu estudo fascinante. É curioso que muita gente, ao falar sobre Santos Dumont, mencione apenas dois fatos: o vôo do 14-bis e o suicídio. O primeiro feito do brasileiro, porém, aquele que o deixou famoso, valhendo-lhe o reconhecimento e os elogios de personalidades como o inventor Thomas Alva Edison, ocorreu a 19 de Outubro de 1901, quando Santos Dumont, saindo do Campo de Saint-cloud, contornou a Torre Eiffel com seu dirigível número 6 e o retornou em 30 minutos.

Esse foi um avanço tão importante para a aviação quanto seria para a indústria automobilística - estava criada a invenção do arranque automático, que abriu caminho para a produção dos carros em massa. Pelo fato ganhou o prêmio de 100 mil francos instituído por Deutsch de ça Meurthe, o maior importador de petróleo da França. Santos Dumont pegou o dinheiro e distribuiu entre os engenheiros e mecânicos e seus empregados em Paris. Ele nunca patenteou os seus inventos. Que pena Santos Dumont...

Enquanto isso no Brasil, as pessoas fugiam das vacinas...

Mais tarde ele se recolheu para os estudos e discursos pela paz. Os aviões haviam se transformado em eficientes armas de guerra, criado mitos, como o alemão Manfred Von Richtofen, o Barão Vermelho, na primeira guerra mundial. No Brasil eram utilizados na Revolução Constitucionalista de 1932 em São Paulo.

Foi nesse ano que Santos Dumont se enforcou com uma gravata num hotel no Guarujá. Morte motivada pela desilusão com o uso bélico do avião ou consequência da terrível doença que o consumia? Nunca saberemos com certeza.

No início do século, ele havia autorizado os seus balões para uso militar na França, mas não imaginava o poder de destruição que seu invento iria adquirir. Morreu antes de ouvir falar em nomes como Spitfire, kamikazes e "Enola Gay". Ao menos, em 1976, o nome de Santos Dumont batiza uma das crateras da lua.

Santos Dumont era um sonhador. Um sonhador realizador de sonhos.
E você, também é um realizador de sonhos?

*O quadrinho acima é do Livro: SANTÔ E OS PAIS DA AVIAÇÃO- A jornada de Santos Dumont e de outros homens que queriam voar. Uma excelente forma de ensinar História para as crianças.

O principal motivo dessa postagem foi pela comemoração do centenário do primeiro vôo do 14-bis. Mas como o Bruno Mutante perguntou e o Sérgio imendou no comentário sobre o relógio de pulso. Eu como filha de admirador da arte de ourivesaria, não poderia deixar passar batido.

Cartier 100Não sabemos quem inventou o relógio. Sabemos que várias pessoas contribuiram para chegar ao modelo atual. Na época de SD havia o relógio de bolso, como ele tinha que usar as mãos durante os vôos prendeu um relógio Cartier no braço. A idéia do relógio de pulso foi de SD encomendada direto da fábrica do amigo Cartier. Tanto que as únicas dez peças produzidas a partir daquele protótipo, o rosto e a assinatura de SD aparecem no mostrador.

Mas eis que em 2004, o Relógio Santos 100, foi relançado para comemorar o centenário da peça criada por Cartier para o amigo pessoal Santos Dumont. Valor R$ 22.400,00 - Se você for comparar os preços dos relógios Cartier esse não é caro.

A fabricação dos relógios mais sofisticados da grife é um segredo: hoje, apenas cinco profissionais suíços são capazes de fazer os cinqüenta exemplares da delicada geringonça (que ganha uma coleção por ano) virar relógio. O trabalho pode durar até dois anos, daí o preço em seis dígitos.

0 comentários :

Enviar um comentário

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor