Melhor que o dia dos namorados...é a semana após!

Era uma vez...
sabemos todos de cor
Toda a história começa assim
Esta é diferente
é história de amor
A verdadeira história de S.Valentim
Valentim bispo de Itália, cidade de Temi
Contrariou Claudius II com determinação
Casou os apaixonados secretamente
ali
Descoberto, preso, sofreu a decapitação
Catorze de Fevereiro sua vida teve fim
Mártir , este homem e bispo, S. Valentim
Um defensor acérrimo do amor
Lutou contra as tiranias do Imperador
Foi muito mais tarde santificado
Assim nasceu este dia dos namorados
...
Só pra contrariar, no Brasil a data é comemorada em data diferente.
Você sabe por que?
Ah! Tá. É dia de Santo Antônio...
Será que Santo Antônio e S.Valentim
Estão sabendo dessa bagunça?
Se tem santo pra todo dia
Não é melhor namorar todo Santo Dia?
...

Constatei a pouco que o dia de S. Antônio é comemorado hoje dia 13. Foi mals heim S. Antônio? Sei que também é Santo para encontrar coisas perdidas ... Peço que me ajude a encontrar meu juízo.

Olha a Deriva incorporada!

Porque foi escolhido o dia 12 para a comemoração do dia dos namorados?
...
Bastou num dia reclamar no blogue e ele teve um piti – desapareceu! Entrei em contato com o suporte do Blogspot e pediram que eu desse uma olhada nas Htmls – elas não existiam mais...

Corri atrás da Lara, minha afilhada pra saber se ela havia mexido no computador. “Dinda, eu estava brincando com as letrinhas e seu mouse é diferente do mouse do meu Pico” (Se alguém não sabe, Pico é um computador para crianças que não se conecta na rede).

Eu não sabia se ria ou se chorava. Tadinha! De vez em quando passa o fim de semana comigo e não seria justo eu tooorrrrceeeer o pescocinho dela!

“Vamos ver o que posso fazer. Sabe que no lugar que você clicou estava escrito: limpar edições e isso quer dizer apagar tudo?”

“Ah mas eu sei que você sabe escrever...escreve de novo!”

“Lara, eu não quero entrar em pânico, mas estava escrito em uma língua que eu não sei escrever!”

“Chame alguém que saiba...”

“Quem Lara?? Quem nós conhecemos que sabe mexer com um blogue???”

“Eu não quero que você conte pra minha mãe que mexi no seu computador...”

“Eu só não conto se conseguir resolver o problema. Sabe que você não deveria mexer sem antes pedir? então não ficarei preocupada sozinha. Fica quietinha. Vou ver se salvou pelo menos os textos e comentários. Enquanto isso, vou lhe dar um trabalho também”

“Não vamos mais passear com o Max?”

“Não. Por enquanto, fica pensando...”

“Pensando?”

“Então vou lhe dar um trabalho...escolhe!”
...
Fiquei olhando para o computador e lembrei do Afonso dizendo que também ficou olhando para aquela tela rosa sem saber o que comentar...procurei os arquivos e eles estavam todos lá. Então tinha que instalar novo template. Que bom! odiava aquele todo rosinha e aquela ninfa...(cavalo dado não se olha os dentes).
Gosto do rosa para os outros, não para mim e toda vez que abria o blogue pensava que fosse superar uma espécie de trauma (culpa da minha mãe).
...
Então arrisquei! Fui escolher outro...E se não der certo e perder tudo? Foda-se! Do jeito que está não dá pra ficar. Torci os dedos e pensei "Seja o que Deus quiser! Finalizando achei que esse ficou mais a minha cara. Talvez porque eu que tive todo o trabalho.

max e larika

Fomos passear com o Max (meu cachorro) e Lara. Ela pediu desculpas e quando chegou em casa mostrei o que era um blogue e juntas confeccionamos um para ela. Todas as noites ela irá me ligar e contar como foi seu dia. Eu escrevo no seu diário até ela aprenda a escrever.
...
*Alguém sabe me dizer o porque que em alguns post os comentários parecem zerados ou alterados visualmente? Quando clicamos neles, eles estão lá. Como se estivessem dentro de uma caixinha de surpresa?
...
E quem é Deriva Tagarena? ...Bem, se o Afonso pode ser seis: O Luiz, o Afonso, o EuMesmo, o ComigoMesmo, o Zumbi e o Universo.

Apresento uma de minhas faces: - A Deriva que é meio perdidinha... assim como se fosse um barco entre o céu e um mar. Com um detalhe; os dois em pé de guerra.
...
Mas tem vezes que vira um camaleão (Essa ainda precisa ser batizada), assim como "Zelig" personagem de um filme de Woody Allen interpretado por ele mesmo. Ele é o verdadeiro camaleão-humano, capaz de alternar sua personalidade e sua aparência de acordo com o ambiente em que se encontra inserido. Mas Zelig não é um artista que consegue fazer imitações perfeitas de sotaques, gestos, feições e vozes. Trata-se, de acordo com o diagnóstico da dra. Eudora Fletcher (Mia Farrow), de um caso especial, de pessoa que tem múltiplas personalidades. Conseguindo incorporar características culturais próprias de várias etnias. Nós mulheres somos assim, a cada troca de roupa incorporamos um personagem. Mas a essência, essa tem que ser mantida a todo custo.
...
O filme eu indico, apesar de muitos não gostarem do Woody Allen e ele ser em forma de documentário. A diversão é garantida com muito riso, reflexão e colocando-se no lugar do personagem, pense e responda: Será ele fruto de uma sociedade complexa em mutação? Resultará sua anomalia das doenças da modernidade, onde as pessoas correm com grande intensidade para cumprir com suas rotinas de vida e tem que se adaptar constantemente a novos ambientes, situações e pessoas? De que forma a psicologia analisa casos de múltipla personalidade? O que existe de Zelig dentro de cada um de nós?

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor