Homens que sabem falar de Amor

São raros.
Não me refiro ao Amor em geral.
Falo dos que fazem da alma papel e têm o espírito como caneta.
Falo dos que confessam em público o seu Amor pela companheira.
Raros esses homens e raros esses sentimentos.
Essa raridade que os valoriza ainda mais.
É que falar no Amor em geral, não é difícil. Basta imaginar.
Mas sentir? Sentir é que é difícil. Ainda mais por alguém com quem já se vive à algum tempo.
Sempre ouvi dizer que o Amor esmorece com o passar dos anos.
Eu sempre contrariei esta tese e fico feliz quando vejo alguém dar-me razão. Não por palavras mas por atos.
Escrever sobre nós, sobre a nossa história, sobre a nossa vida com sinceridade é um ato de coragem.
Temos sorte porque temos alguém entre nós que o faz como ninguém.

Acato da autorização, mas não sabia, se disse que iria contar pra todo mundo, era realmente uma promessa.

Destaquei alguns trechos do texto escrito pelo Afonso, em homenagem ao dia das mães...

"Dia das mães, as fases da vida e outros assuntos

Pois é,

Pra quem não sabe, estou no terceiro casamento. A primeira não queria ser mãe. A segunda foi, mas parece que não se convenceu muito no início (quiçá até hoje). Quem cuidou da Fernanda até a separação (quando a Fê tinha quatro anos) praticamente fui eu. Não falo pra me convencer, é apenas um fato. Sei bem o que é ser mãe no dia-a-dia. A terceira, a Kaya, por razões que fogem ao contexto do post, não tinha podido, até então, realizar o desejo de ser mãe. Conheço os três lados da moeda. Quem não queria (e pelo que sei até hoje não teve) ser mãe; quem foi, mas parece que não nasceu pra isso e quem, tendo nascido pra isso, não havia conseguido realizar. Essas são as fases da vida.
...
A Kaya foi ao Centro comprar um "sortidinho" básico pra Clarissa. Sortidinho era o que eu imaginava. Voltou com mais da metade da loja dentro de cinco enormes sacolas. Tive que descer para ajudá-la a subir com as "necessidades básicas", nas palavras dela. A vida nos reserva surpresas.

Alguém já viu os olhos de uma mulher brilharem de felicidade? De pura realização? Quem já viu sabe. É algo que não se descreve com palavras.

Pra mim o dia das mães é hoje. Hoje eu vi o que é ser mãe. E me senti parte disso. Descobri uma das razões pelas quais encarnei nessa vida: ser veículo. Ser o veículo que transporta alguém para a realização.

Não sejamos rasos, por favor. Não é pelas compras. É mais que isso, óbvio. Enquanto escrevo esse post ela está lá, guardando tudo. Peça por peça. A cada uma ela me chama: "Afonso, olha que lindo isso aqui"; "Afonso, precisamos comprar mais cabides"; "Afonso, pega isso, sente a fofura"; e por aí vai. Coisas que só mãe sabe. Eu não sei, só vejo os olhos brilhando. É o que me basta para chegar no céu e, se São Pedro me perguntar o que fiz para merecer entrar no céu, responder: eu vi os olhos dela brilhando.

Pra quem já viu os olhos de uma mulher brilhando: feliz dia das mães."

Fiquei muito tocada com essa manifestação de amor. A vida passa e não paramos para observar os pequenos gestos e algumas atitudes passam desapercebidas. Depois do tempo passado, olhamos pra trás e daí já é tarde para refazer aquele momento.

"...Tenho candura dentro de mim. Escondo-a por que ela foi ferida. Peço a Deus que sua candura nunca seja ferida e que ela se mantenha sempre". Trecho de um bilhete de Clarice Lispector para Chico Buarque

Boa semana para todos!

Beijus,

37 comentários :

  1. Gostei do trecho que Clarice escreveu à Chico... Tão bonito, né? Foram apenas poucas palavras, mas de um afeto infindável!

    ResponderEliminar
  2. Gostei do seu post. E principalmente da referência ao fato de que são raros os homens que sabem falar de amor...Entendo o que quer dizer.Saber "enxergar" os olhos da amada brilhando e se emocionar...é lindo demais!!! E raro demais.
    Beijão. Dora

    ResponderEliminar
  3. Acho que não sei falar sobre nada. Beijos!

    ResponderEliminar
  4. É díficil , ainda mais no meu meio. Em vez do cara ser admirado , ele vira um completo fracassado , mesmo se a "mina" ficar com ele...

    Bjs!

    ResponderEliminar
  5. ... eu sei falar de amor... mas amor pelos animais!
    Um beijo e obrigada por ter nos visitado!
    Nao esqueca que amanha (10/05/05) tem festa lah no Eu, Tu e Eles.
    Beijus

    ResponderEliminar
  6. Nossa, obrigada por compartilhar conosco!!! qeu lindo, sensível.. Realmente são raros os homens que sabem perceber o valor de uma mulher, e se emocionam com olhares e sorrisos nossos.. Tive a sorte de estar namorando um deles, e digo que realmente é maravilhoso, por isso até penso em filhos.
    Este texto do Afonso ajuda a tirar o meu medo de ser mãe, rs. Obrigada por isso tmb
    beijos e girassóis,
    Rah

    ResponderEliminar
  7. Depois não vai reclamar se meu ego causar o aumento do buraco na camada de ozônio...rs
    "Essa raridade que os valoriza ainda mais." É a tua raridade que me valoriza ainda mais, Luma.

    Brigadão. E como disse lá no post que acabei de escrever, vou dormir agarradinho no meu ego hoje, rsrsrsr.

    bjs

    ResponderEliminar
  8. Os homens de hoje em dia, estão mais ogros do q o normal!
    Pokos sabem o q é amar, qnto mais falar de amor!
    Bjux!

    ResponderEliminar
  9. Falar de amor é realmente difícil... Sou péssimo nisso. Falo pouco, mas sofro bastante...

    ResponderEliminar
  10. Não é tão raro o pai cuidar dos filhos.
    Por motivos profissionais, minha mulher mora a mais de três mil quilômetros de nós; quando isto ocorreu, nossa filha estava com treze anos, na sétima série (que dizem ser a mais difícil); o desempenho escolar no bimestre seguinte foi o reflexo de como minha filha ficou equilibrada e tranqüila ao ser cuidada apenas por mim: estudando num colégio tradicional e exigente, média nove em Francês e dez nas outras seis matérias.
    Conheço outros casos, inclusive entre blogueiros do mesmo universo bloguístico.

    ResponderEliminar
  11. Luma e suas inquietudes femininas... Terceiro casamento e ainda procurando Nemo, menina? kkkkkkkkkkk
    E quem não quer um príncipe desencantado na vida, né? Só eu, que estou casada ha terríveis 20 anos, separando sempre aos poucos e a coisa nunca concretiza por pura covardia... É duro admitir, covardia. Mas esou preparando meu mergulho, podes crer...E, quem sabe, possa dar de cara com esse homem tão sonhado e desejado do post, né?

    Beijoooooooooooooosssss da Loba

    ResponderEliminar
  12. Luma, brilhante o seu post e mais brilhante ainda o texto do Afonso que jogou purpurinas em minha alma. Existem muitos homens que falam de amor sim, principalmente pelos filhos e não raro pelas mulheres das suas vidas. E vocês rapazes que têm dificuldade de falar de amor, basta soltar uma pequena amarra, o resto virá fácil, fácil. Ah! e tem mais uma coisa: as mulheres amam homens que gostam de falar de amor. Beijocas

    ResponderEliminar
  13. Obrigado pela visita ao avesso. E gostei do seu divertido blog

    ResponderEliminar
  14. É...esses homens estão cada dia mais raros, sensibilidade, romantismo...
    Lindo dia pra vc.
    Beijossssssssssss

    ResponderEliminar
  15. Ai Luma...até suspiro qndo ouço falar de amor...rsrsr...eu amo d+ akele Bruxo...
    um bom dia pra vc...Bjinhus...

    ResponderEliminar
  16. é bonito mesmo quando um homem age assim.
    sorte dessa mulher, não é?

    ResponderEliminar
  17. Oi,

    Não me resta muito o que dizer, afinal todos os que chegaram aqui antes de mim falarm um pouquinho do que eu gostaria de ter dito..
    Falei algo parecido outro dia em um post.. Muitas vezes sorrisos e olhares passam à nossa frente e não percebemos o significado e a intensidadede deles.. Isso não pode acontecer, é desses pequenos e significativos momentos que se tira o alimento para o que tem que dar certo..
    É difícil falar de amor, se expor.. Concordo com Clarice,a candura raramente sobressai depois de ferida.. ;^(.. Nesses casos só resta unir esta a alguma outra mais sadia e com sedenta por emoções.. O que é difícil, mas nunca se sabe o queas curvas do caminho nos reservam, não é mesmo ?
    ...
    Bem, quanto ao "fiquei aqui torcendo o bico".. Isso é bom ou ruim ?..;^)

    Abraço e bom dia a todos..

    ResponderEliminar
  18. eu também acredito que o amor dura pra sempre, porque se acabar como tempo, não era amor...
    parabéns.
    beijos.

    ResponderEliminar
  19. Luma
    Que linda citação da Clarice! Amei!

    ResponderEliminar
  20. Amar

    Que pode uma criatura senão,
    entre criaturas, amar?
    amar e esquecer,
    amar e malamar,
    amar, desamar, amar?
    sempre, e até de olhos vidrados amar?

    Que pode, pergunto, o ser amoroso,
    sozinho, em rotação universal, senão
    rodar também, e amar?
    amar o que o mar traz à praia,
    o que ele sepulta, e o que, na brisa marinha,
    é sal, ou precisão de amor, ou simples ânsia?

    Amar solenemente as palmas do deserto,
    o que é entrega ou adoração expectante,
    e amar o inóspito, o cru,
    um vaso sem flor, um chão de ferro,
    e o peito inerte, e a rua vista em sonho, e uma ave
    de rapina.Este o nosso destino: amor sem conta,
    distribuído pelas coisas pérfidas ou nulas,
    doação ilimitada a uma completa ingratidão,
    e na concha vazia do amor a procura medrosa,
    paciente, de mais e mais amor.

    Amar a nossa falta mesma de amor, e na secura nossa
    amar a água implícita, e o beijo tácito, e a sede infinita.
    (Drummond)

    ResponderEliminar
  21. Admiro muito as pessoas que conseguem escrever sobre o amor, sobre mães, sobre o amor de mãe, sobre detalhes do dia-a-dia que não prestamos atenção... admiro demais, pois eu não consigo fazer o mesmo... eu sou e eu faço o papel principal, que muitas vezes é o de participar daquilo, sentir aquilo e não saber, ou ter as palavras para descrever tal fato... eu não consigo, e admiro e me emociono com essas pequenas coisas, que grandes pessoas, com grandes corações conseguem fazer... não as invejo, eu ainda aprendo... tenho muito tempo pra isso... mas por enquanto, fico com outra função... a do observador e admirador, de cada momento...
    Beijos... belas palavras suas e da Clarice, sempre... boa semana, téMais!!! =D

    ResponderEliminar
  22. Então sou uma excessão à grande maioria,LUMA...
    Ao contrário deles,adoro ouvir,ler e escrever sobre o tal mais nobre dos sentimentos...
    É o que impulsiona.
    Beijo grande!!

    ResponderEliminar
  23. Linda a forma com Afonso descreve, ao mesmo tempo, o seu amor pela mulher e o amor da mulher pela filha.
    Só uma coisa: sou totalemente contra o Dia das Mães, criado exclisivamente para incrementar as vendas.

    ResponderEliminar
  24. Bonito texto que escolheste Luma. Vc mostra sensibilidade ao escolher palavras tão bem colocadas!!

    Luma Linkei vc nos meus favoritos!!

    E vc sabia (falando sobre escravidão) que meu estado (o maranhão) Foi o Último a aderir a lei Aurea?

    Beijos e até o próximo post!!

    ResponderEliminar
  25. Velasco19:34

    Oi Lum´s
    tudo bem?
    Texto lindo, hein fia?
    Curti pacas
    Boa semana
    Velasco

    ResponderEliminar
  26. Não sei se sei falar de amor. Ou se sei, não sei se falo. Ou se ao menos falo como ou quanto eu deveria falar.

    Gosto de mulheres que também saibam falar de amor. E raras também são.

    Aliás, não são homens ou mulheres que são raros em saber falar de amor.

    Quando há amor e poesia, duvido que não haja fala. Mas raro tem sido o amor e a poesia.

    Bj!

    ResponderEliminar
  27. Passei pra te dar um oi
    E pra vc não me esquecer...
    bjusss

    ResponderEliminar
  28. Raros mesmos esses homens...onde achá-los...Beijocas

    ResponderEliminar
  29. que lindo link e que lindo texto
    é de brilhar os olhos
    parabéns luma
    e parabéns afonso

    beijo!

    ResponderEliminar
  30. Clarice Lispector é sempre bom demais de se ler..
    Homens podem não falar mto de amor, mas qd o fazem....arrebentam!
    Beijosss

    ResponderEliminar
  31. Oba, vou querer dicas e ajudas (e visitas) de você e do Afonso e das Anas e todo mundo!! Torçam pra que dê certo!!

    ResponderEliminar
  32. E pra quem não sabe falar de amor, basta ser um amante incomparável?



    Brincadeira.

    Mas vale?

    ResponderEliminar
  33. Linda essa descrição dos atos e dos olhos brilhando, muitas vezes não nos apercebemos disso tudo. Passa de forma rápida e tão sutil qeu só os mais atenciosos conseguem ver. amei muito cada segundo dedicado a ler este post. Um grande beijo do MAgo!

    ResponderEliminar
  34. Nossa...muito lindo mesmo o que ele escreveu, e não há nada melhor do que ver o olhinho de alguem brilhando qd se está feliz ou realizada por alguma coisa....
    Bjokas....

    ResponderEliminar
  35. A Associação dos Índios Blogueiros da Amazônia Legal, Venezuela e Países Adjacentes vem a público declarar que seu associado Edgar Borges não recebeu nenhuma corrente literária, como comentado em O Malfazejo.
    A Associação estuda medidas retaliadoras contra a escriba deste blog, como o corte do abastecimento do pão-de-queijo e da cachacinha vossa de cada dia.

    Sem mais,

    El Pemón
    Presidente da Associação dos Índios Blogueiros da Amazônia Legal, Venezuela e Países Adjacentes

    ResponderEliminar
  36. Posso me arriscar a falar sobre...?

    ResponderEliminar
  37. Ivan, por favor...

    Edgar, um a menos pra ti!

    Boa noite!!!!Beijus,

    ResponderEliminar

Tenha identidade, não seja anônimo na web. Crie sua identidade virtual.

...bisbilhotaram em quietude, sem solidão

PlagSpotter - duplicate content checker tool
Licença Creative Commonsget click

Algumas coisas não têm preço


finalista the weblog awards 2005finalista the weblog awards 2006
finalista the weblog awards 2007weblogawards 2008
Verificar conteúdo duplicado

Me leve com você...

Leia o luz no seu celular

Copyright  © 2014 Luz de Luma, yes party! Todos os direitos reservados. Imagens de modelo por Luma Rosa. Publicações licenciadas por Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial- Vedada a criação de obras derivadas 2.5 Brasil License . Cópia somente com autorização.

Tem sempre alguém que não cita a fonte... fingindo ter aquilo que não é seu.

Leia mais para produzir mais!

Atenção com o que levar daqui. Preserve os direitos autorais do editor